Obra de CPD da Stihl tem detalhes finos nos painéis arquitetônicos

Por Rodrigo Conceição Santos – 27.04.2018 –

A empresa Stone é a responsável por essa operação, que exige controle logístico refinado, desenvolvimento de fôrmas especiais e alinhamento operacional perfeito entre os diversos agentes da obra.

Os painéis arquitetônicos da fachada em cerâmica do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Stihl, em São Leopoldo (RS), estão sendo executados pela Stone, empresa especializada em pré-fabricados. O empreendimento tem cerca de 2,5 mil m² fachada, que levam 210 painéis cerâmicos.

Para o projeto, detalha Paulo Koelle, diretor da Stone, foram levados em conta os requisitos de espessura do painel (15 cm) e dimensões, que podem chegar a 11 metros de comprimento e 2,40 metros de altura. “A fôrma utilizada é do tipo sanduiche (isolante interno), que garante maior conforto térmico ao empreendimento”, acrescenta ele, salientando que a escolha da fôrma levou em conta a variação dimensional da cerâmica extrudada, com dimensões de 55x240x9 mm, com tolerâncias de mais ou menos 3mm.

Outro desafio do empreendimento da Stihl, conta o executivo da Stone, foram os componentes de ligação dos painéis com a estrutura pré-moldada. “Essa escolha exigiu um acompanhamento rigoroso nas instalações do fornecedor para garantir o posicionamento correto dos componentes, visto que os projetos foram compatibilizados para atender uma montagem rápida e eficiente”, destaca ele.

A obra tem término previsto para agosto deste ano e, até o memento, garante Koelle, a logística de montagem atendeu rigorosamente os prazos solicitados pela Método. “Esta é uma operação planejada em comum acordo com a empresa fornecedora das estruturas pré-fabricadas de concreto, pois é preciso garantir que a sequência de montagem seja seguida corretamente para o pleno andamento da obra”, diz ele. “Em suma, não pode haver falha logística que ocasione a interrupção dos serviços”, conclui.

Passo a Passo da instalação dos painéis:

  • Projeto dos painéis e fixação;
  • Escolha da fôrma (molde);
  • Metodologia de fixação da cerâmica e respectivos ensaios de desempenho;
  • Testes do sistema de isolamento térmico;
  • Processos de Fabricação;
  • Logística.
About the Author

Related Posts

Deixe uma resposta

*

Este post foi visto 335 vez(es).