Obras hídricas recebem R$ 61,5 milhões no Nordeste

Redação – 18.05.2020 –

Recursos vieram do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e foram focados em iniciativas no Ceará e Pernambuco

Cinturão das Águas: aporte de R$ 41,5 mi

Duas obras que vão garantir o abastecimento de água durante os períodos de seca acabam de receber o repasse do MDR: R$ 41,5 milhões foram direcionados para o projeto do Cinturão das Águas do Ceará e outros R$ 20 milhões para assegurar a continuidade e a celeridade dos trabalhos do Ramal do Agreste Pernambucano. O ministério também iniciou a liberação de outro pacote de recursos que somam mais de R$ 128 milhões e estão ligados a outros projetos.

O Cinturão das Águas, executado pelo Governo do Ceará com apoio financeiro da União, beneficiará 4,5 milhões de moradores só na Região Metropolitana de Fortaleza. Segundo o MDR, os recursos liberados são destinados ao Trecho I do CAC, que tem 145 quilômetros de extensão. Os 53 quilômetros prioritários já estão aptos a transportar as águas do São Francisco à Bacia do Rio Jaguaribe e, posteriormente, ao Açude Castanhão. A previsão é que essa entrega comece a ser feita até agosto deste ano.

Já o Ramal do Agreste, obra que levará águas do Projeto de Integração do São Francisco à região de maior escassez hídrica em Pernambuco, já atingiu 54,95% de execução física. Com o pagamento de mais R$ 20 milhões nos últimos dias, os investimentos do MDR já chegam a R$ 131,6 milhões em 2020 e R$ 722,7 milhões desde o ano passado.

Hoje, parte dos trabalhos em campo está concentrada na Estação de Bombeamento, estrutura que ajudará a superar uma diferença de nível de 220 metros para a passagem da água. As equipes também atuam na construção de 43,4 quilômetros de canais, seis túneis, cinco aquedutos, uma adutora de 7,2 quilômetros e dois reservatórios. No total, os serviços empregam 2,6 mil trabalhadores.

Mais de 2,2 milhões de moradores de 70 cidades na região serão atendidos, incluindo os municípios de Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe, Belo Jardim e Arcoverde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *