Padtec chega a 200 mil km de rede óptica iluminada

Da Redação – 19.10.2018

Geografia da infraestrutura com tecnologia da empresa brasileira inclui provedores regionais, rede submarina do Google e até projetos no deserto de Atacama

Fabricante de sistemas de transporte ópticos, a brasileira Padtec atingiu a marca de 200 mil km de rede iluminada, ou seja, ativas. Somente os provedores regionais, os antigos ISPs, são responsáveis por um quarto do total. A região do sul do México até o Panamá, na América Central, contabiliza outros 15 mil km de redes ópticas iluminadas. Ainda na América Latina, há projetos arrojados que vão da Patagônia aos Andes, com redes ainda na região do Atacama, no Chile.

Dentro dos 200 mil km ainda podemos colocar a rede submarina de alta velocidade do Google no Brasil, o Cabo Junior, e o projeto Amazônia Conectada, coordenado pelo Ministério da Defesa, que é similar em termos de implantação aos cabos ativados em alto mar. A geografia das redes da Padtec, inclusive, extrapola o continente americano, uma vez que ela comercializa suas soluções em mais de 20 países.

Produtos DWDM com arquitetura compacta reduzem consumo de energia 

Cinturão Digital do CE tem tecnologia da Padtec na rede 

Um exemplo local do mercado mais ativo, os provedores regionais, é o Cinturão Digital do Ceará, consórcio formado por três provedores do Nordeste. Trata-se de uma rede de alta capacidade em DWDM, dimensionada para receber até 40 canais e já preparada para a ativação de transponders de 100 Gb/s, interligando várias cidades da região. Outra iniciativa recente vai na direção sul, com a catarinense Acessoline.

Criada em 2011, em Chapecó, a operadora iluminou uma rota de Cascavel (PR) à sua cidade sede, num total de 480 km de rede óptica ativa. O diferencial do projeto é a adoção de arquitetura compacta e com menos consumo de energia no pacote que envolve transponders e amplificadores ópticos da Padtec. Segundo Argemiro Sousa, diretor de Negócios da Padtec, trata-se de uma nova geração de produtos compactos de DWDM.

 

 

About the Author

Related Posts

Deixe uma resposta

*

Este post foi visto 478 vez(es).