Pará vai ganhar refinaria de metais preciosos

Redação – 09.02.2021 –

A North Star anuncia primeira grande refinaria de metais preciosos do Pará, o que deve tornar o estado um exportador verticalizado, ou seja, entregando o produto final. A planta tem previsão de inicio de operação até o final do ano e terá capacidade inicial para 24 toneladas de minério por ano, podendo dobrar esse volume. Caso duplique, a refinaria chegaria à capacidade de processar metade do ouro produzido atualmente no país.

A unidade industrial será localizada em Belém e as obras devem ser concluídas em dezembro de 2021, com um investimento total de US$ 10 milhões. “Certamente, viramos a página de sermos apenas um estado que extrai o ouro e exporta para o mercado nacional e estamos caminhando para o novo status com a instalação da maior refinaria do metal do país”, resume o governador do Pará, Helder Barbalho.

O estado é o maior produtor de ouro do país e um dos maiores do mundo. Hoje, a produção do metal precioso é direcionada para exportação na forma de minério bruto. Com a refinaria, será possível verticalizar o processo, além de a fábrica também poder refinar outros metais preciosos.

A North Star é uma empresa multinacional, com participação brasileira, belga e de empresários dos Emirados Árabes Unidos, tendo sido fundada em 2017. No ano seguinte – 2018 – a companhia já tinha assinado o protocolo de intenção com o governo paraense para a instalação da refinaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *