Portonave adota controle térmico em seu terminal privado de contêineres

Nelson Valêncio – InfraDigital – 29.09.2020 –

Primeiro terminal privado de contêineres do Brasil em Navegantes (SC), a Portonave acaba de adotar a tecnologia de controle de temperatura da Intelbras para controle da Covid-19. O sistema está combinado com a rede de câmeras da fabricante catarinense e permite o monitoramento de cerca de 140 mil acessos por mês no terminal. A combinação permite aferir a temperatura de quem entra no local e, ao mesmo tempo, identificar se todas as pessoas estão usando máscaras, com uso de recursos de reconhecimento facial.

A solução tecnológica da Intelbras é composta por câmera térmica, gravador inteligente de imagens e software de monitoramento, e gera alertas automáticos caso identifique pessoas com alta temperatura, um dos sintomas da Covid-19, podendo acionar sistemas de alarme, controle de acesso, avisos na tela ou smartphone do operador, entre outros. Os equipamentos medem a temperatura de até 15 pessoas simultaneamente, ajudando a identificar rapidamente possíveis doentes e evitar que propagem ainda mais a doença.

Segundo a Intelbras, antes da solução térmica era necessário o auxílio de dois funcionários que mediam a temperatura por amostragem de cerca de 140 mil acessos por mês, na entrada da empresa, com termômetros manuais. O cenário pós-pandemia também já foi pensado e a Portonave deve remanejar as soluções térmicas para o monitoramento de pontos estratégicos do terminal agregando inteligência e recursos de CFTV importantes às equipes.

O Complexo Portuário de Itajaí e Navegantes, onde atua a Portonave, é o segundo maior movimentador de contêineres do Brasil. Os portos das cidades catarinenses são responsáveis por 70% da balança comercial do estado de SC e 5% do País. Além disso, em Santa Catarina, as atividades do setor representam 27,2% do total de empregos, segundo a Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC). A empresa possui 980 colaboradores atuando em atividade portuária, que é considerado um serviço essencial desde o começo da pandemia.

(*) O InfraDigital é um projeto comum de conteúdo do InfraROI e o do IPNews. Para informações sobre o formato, consulte Jackeline Carvalho (jackeline@cinterativa.com.br), Nelson Valêncio (nelson@canaris-com.com.br) ou Rodrigo Santos (rodrigo@canaris-com.com.br).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *