Projeto estuda ferrovia do futuro no Brasil

Da Redação – 06.09.2018 –

Parceria entre a Rumo e o Senai vai analisar desafios e oportunidades até 2040

Segundo a concessionária, a iniciativa faz parte de um conjunto de projetos focados em pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) para fortalecer a evolução do modal no Brasil e está dividida em duas etapas. A primeira delas é a pesquisa e a segunda, prevista para 2019, é o roadmap de ações que deverão pautar o planejamento da empresa que administra 12 mil km de ferrovias no país e se autodenomina a maior concessionária do setor.

A pesquisa vai envolver uma oficina de trabalho entre representantes e especialistas da área, a fim de analisar a situação atual das ferrovias e discutir os impactos das mudanças sociais e tecnológicas. “É uma iniciativa com visão de futuro e que pretende facilitar o planejamento das operações a longo prazo. Este primeiro levantamento é essencial para estruturar a linha de pesquisa que será adotada”, explica o diretor de Tecnologia da Rumo, Roberto Rubio Potzmann.

Os estágios seguintes estão previstos para 2019 e consistem na estruturação de um “roadmap”, de acordo com o planejamento estratégico da companhia. O documento vai permitir identificar as projeções para o setor ferroviário e as possíveis ações da empresa, prevendo avanços tecnológicos. “É uma linha do tempo que mostrará onde estamos, onde queremos chegar e como chegaremos”, acrescenta Rubio.

Além dos estudos, a concessionária assinou recentemente um termo de Cooperação Tecnológica com a instituição, o acordo visa a utilização do novo complexo que está sendo construído no Instituto Senai de Inovação em Engenharia de Estruturas (ISI-EE), em Maringá, Paraná.

Com aporte financeiro superior a R$ 40 milhões, o local deve ser inaugurado no segundo semestre de 2019. O espaço será utilizado para pesquisa e desenvolvimento de vagões mais leves, técnicas inovadoras em obras civis ferroviárias, projeção dinâmica de traçados, homologação e rating de fornecedores, e transferência de tecnologia para o desenvolvimento de fornecedores locais, entre outros.

About the Author

Related Posts

Deixe uma resposta

*

Este post foi visto 293 vez(es).