Raízen compra 210 caminhões da Volvo para operações em SP e MS

Redação – 09.04.2021 –

Líder na produção de açúcar, etanol e bioenergia no país faz a aquisição para movimentação da safra de cana de açúcar 21/22 que começa nesse mês

Líder brasileira na produção e comercialização de açúcar, a Raízen utilizará caminhões Volvo em suas operações de São Paulo e do Mato Grosso do Sul na safra de cana-de-açúcar 21/22, que começa agora em abril. A companhia já recebeu 210 unidades dos modelos FMX e FH. Os veículos trabalharão no transporte de cana picada, levando cargas da área de transbordo na lavoura até o local de moagem, dentro das instalações das usinas.

Nesse negócio, a Raízen optou por dividir o lote de 210 veículos entre locadoras e operadores logísticos. A empresa trabalha com o conceito de Custo Total de Propriedade (Total Cost of Ownership), que leva em consideração todos os custos relacionados ao produto em sua vida útil. Os veículos da Volvo são reconhecidos no mercado por ter o melhor TCO no setor de transporte. Parte da transação foi feita com o apoio da Volvo Financial Services Brasil, a divisão do Grupo Volvo que oferece várias soluções financeiras no mercado local.

Segundo a Volvo, as necessidades de transporte e a logística do setor sucroalcooleiro são complexas. Existem várias aplicações, cada qual com suas peculiaridades. A composição (caminhão + implemento) depende do tipo de cana-de-açúcar transportada (picada ou inteira) e da estrada onde vai trafegar. A escolha correta do modelo para cada tarefa é fundamental para obter o melhor desempenho do veículo, garantir maior produtividade e aumentar a rentabilidade da empresa.

A Raízen é uma empresa integrada de energia referência em biocombustíveis. Atua em toda a cadeia produtiva da cana, até comercialização, logística e distribuição de combustíveis. É líder na produção de biocombustíveis e bioeletricidade a partir da cana, e segue investindo na ampliação de seu portfólio em fontes renováveis, como o etanol de segunda geração (E2G), o biogás, a biomassa e a geração de energia solar.

Com um time de 29 mil funcionários, opera 26 unidades de produção de açúcar, etanol e bioenergia – e uma planta de etanol 2G – com capacidade instalada para moagem de 73 milhões de toneladas de cana, que produziram, na safra 2019/2020, cerca de 2,5 bilhões de litros de etanol e 3,8 milhões de toneladas de açúcar. A Raízen está entre as maiores empresas em faturamento no Brasil, com R$ 120,6 bilhões, na safra 2019/2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *