Ramboll mostra como encerrar grandes projetos de infraestrutura

Da Redação – 21.02.2018 –

Empresa detalha metodologia de descomissionamento no Texas em evento especialmente dedicado ao tema

Muitas plataformas de exploração de gás e outros projetos de infraestrutura algum dia irão deixar de operar. Para que isso aconteça, existem procedimentos adequados e é esse o foco da DecomWorld 2018, maior encontro sobre descomissionamento de grandes infraestruturas marítimas e portuárias do mundo. O foco é o mercado de óleo e gás, que se reúne até hoje em Houston, no Texas. A Ramboll, especializada em meio-ambiente, é um dos participantes.

A empresa vai mostrar como a metodologia de análise Neba, sigla em inglês para Net Environment Benefit Analysis, pode ser aplicada no descomissionamento de unidades de produção. Com a Neba, a empresa pode avaliar riscos, benefícios e trade-offs entre as opções que atendem a regulação brasileira e as boas práticas internacionais. Segundo a Ramboll, independentemente da opção escolhida – descomissionamento total, parcial ou extensão de vida útil – existem benefícios e responsabilidades inerentes a cada uma delas.

Um desafio particularmente difícil, de acordo com os especialistas, é a definição clara das atribuições e responsabilidades dos proprietários e das autoridades reguladoras, quanto a propriedade e o uso da infraestrutura offshore. “O Neba é um método de análise que apoia o tomador de decisão, reduzindo a subjetividade do processo para assegurar segurança a todos os stakeholders envolvidos”, afirma Thereza Moreira, gerente de desenvolvimento de negócios da Ramboll no setor.

Os profissionais da companhia, Rick Wenning e Melinda Truskowski, apresentaram, ontem, dia 20, a aplicação da metodologia Neba para o descomissionamento nas unidades brasileiras, durante o painel Emerging Descommissioning Strategies in Brazil – Joining Science, Regulation and Business. Participaram também profissionais do escritório de advogados TRW e da Petrobras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *