Região Norte de MG recebe R$ 13,2 milhões em obras de saneamento

Da Redação – 31.10.2016 –

Aporte será destinado para a ampliação do sistema de abastecimento de água de Montes Claros e para a complementação da Barragem Viamão, em Mato Verde.

O Governo de Minas Gerais assinou, na última semana, a liberação de R$ 13,2 milhões para obras de saneamento no Norte do Estado. Cerca de R$ 9 milhões desse total serão destinados para as obras de ampliação do sistema de abastecimento de água do município de Montes Claros, que começou a ser executado no ano passado.

Com o novo aporte, a capacidade da Estação de Tratamento de Água (ETA) Verde Grande será praticamente dobrada, passando dos atuais 600 litros de água por segundo para 1.156 l/s. Já a da ETA Morrinhos passará dos atuais 250 l/s para 400 l/s. Segundo a Secretaria do Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Sedinor), a ampliação do sistema também inclui a construção de quatro reservatórios novos.

“Com esse repasse de R$ 9 milhões, o total investido nessa obra, que faz parte do programa Água para Todos, chega a R$ 34 milhões”, lembrou Gustavo Xavier, secretário da Sedinor.

Barragem de Mato Verde

Outro projeto que se beneficiará dos investimentos liberados pelo Governo será a Barragem Viamão, localizada em Mato Verde. A obra, que prevê o custo total de R$ 48 milhões, já recebeu R$ 18.453 milhões desse valor.  Com a liberação de mais uma parcela, de aproximadamente R$ 4,2 milhões, a barragem deve ser concluída até dezembro de 2017.

“De acordo com o projeto, a altura da barragem será elevada dos atuais 12 m para 35 m, o que vai garantir capacidade de fornecimento de 50 l/s e o afastamento da possibilidade do desabastecimento no período de estiagem”, disse Xavier.

Ao todo, a obra beneficiará cerca de 20 mil pessoas dos municípios de Mato Verde e Catuti. Segundo a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), responsável pela execução, a barragem ajudará a acumular até 20 mil m3 de água, volume suficiente para enfrentar dois anos de forte estiagem.

About the Author

Related Posts

Deixe uma resposta

*

Este post foi visto 588 vez(es).