Religadores via redes Mesh reduzem custos no setor elétrico

Por Ricardo Hayashi – 12.11.2018 – 

As redes Mesh se apresentam como a melhor solução de conectividade para suportar a digitalização das redes de distribuição, principalmente quando pensamos em falhas no fornecimento de energia. Contando com um sistema de religadores conectados por redes Mesh, por exemplo, os equipamentos podem se comunicar entre si e isolar o trecho onde está ocorrendo o problema, restabelecendo o fornecimento de forma rápida e remota, dispensando o envio de equipes que podem levar horas para iniciar o restabelecimento de energia.

Os religadores são considerados por técnicos do setor como um dos mais importantes equipamentos da rede elétrica e, por isso, precisam do mais alto nível de disponibilidade. E especialistas estão comprovando que o uso de religadores conectados por redes Mesh é ideal tanto para áreas urbanas, com relevo variado e alta concentração de equipamentos, instalados bem próximos, como para áreas rurais, por conta da facilidade de implantação da rede e pelo longo alcance, e também por oferecer o monitoramento e resoluções de problemas de forma remota.

Confiabilidade e redução de custos

A solução de redes Mesh tem atendido à demanda do setor de energia por maior conectividade e acesso remoto aos religadores, oferecendo mais segurança, disponibilidade e confiabilidade.

O uso de redes 3G e 4G e rádios digitais para a oferta de conectividade no setor elétrico tem sido comum. Mas, apesar de terem preços similares às redes Mesh, as redes 3G e 4G apresentam uma série de problemas de confiabilidade, e as falhas de conexão são constantes, exigindo que a empresa envie equipes de técnicos até o local para restabelecer a energia quando ocorre quedas no fornecimento. Além disso, existem as taxas recorrentes cobradas mensalmente pelas operadoras, gerando OPEX para as distribuidoras.

Por outro lado, a conexão por rádios digitais, apesar de serem confiáveis, tem altos custos de implementação e manutenção. A tecnologia de redes Mesh une o melhor dessas duas tecnologias, oferecendo alta confiabilidade e menores custos de implementação e manutenção, com mais escalabilidade.

Sem conectividade para acessar remotamente os religadores, as empresas sempre precisam enviar uma equipe técnica especializada ao local, com custos de deslocamento, queda nos indicadores de qualidade acompanhados pela Aneel, e perda de receita causada pelo intervalo maior sem fornecimento de energia.

Vantagens de contar com religadores conectados por redes Mesh

Com níveis de disponibilidade que variam entre 98% e 99%, a conectividade oferecida pela tecnologia de redes Mesh supera a entregue pelas redes 3G e 4G, que ficam inoperantes (sem sinal) quando há interrupção no fornecimento de energia, o que impede a atuação remota em religadores, e aumenta os custos operacionais (OPEX) das distribuidoras.

Além disso, a implantação de redes Mesh oferece outra funcionalidade que transforma as operações no setor elétrico: a possibilidade de incluir um módulo capaz de fazer o corte e o religamento remoto da energia do consumidor, também reduzindo os custos de deslocamento de equipes.

Ricardo Hayashi é gerente de Produtos de Conexões Inteligentes da Atech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *