RFS lança o menor diplexer do mundo. Saiba o porquê.

Redação – 05.04.2019 –

Dispositivo traduz como serão as novas redes de 5G, ou seja, com muitas small cells

Um mundo liliputiano vai invadir as redes de telecomunicações de quinta geração (5G). Para suportar o volume de dados esperados, as operadoras devem ativar muitas estações rádio base (EBRs) de pequeno tamanho, as small cells. E elas, obviamente, pedem componentes cada vez menores. É o caso dos diplexers, que permitem que mais de um sinal seja transmitido simultaneamente. No caso do componente da RFS, o tamanho é de uma maçã e seria o menor do seu tipo no mundo. “O produto é um grande aliado para sites com limitação de espaço ou que visam soluções com baixo impacto visual”, enfatiza Wilson Conti, gerente geral e vice-presidente de vendas LATAM da RFS.

De acordo com ele, os diplexers também foram desenhados para suportar as mais adversas condições climáticas. Sua estrutura evita os efeitos de condensação e instabilidade de pressão. “Com a evolução para o 5G, as operadoras buscam constantemente soluções inovadoras e flexíveis. Por isso, nosso portfólio de multiplexers foi desenvolvido para garantir que as operadoras tenham soluções compactas e de alto desempenho. Estamos prontos para o 5G”, finaliza Conti.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *