Rodovias concedidas reduzem acidentes em 20% nos últimos 7 anos

Da redação – 13.12.2016 –

Índice foi alcançado apesar do aumento de 46% no volume de tráfego e de 30% na extensão da malha rodoviária privada.

As estradas concedidas à iniciativa privada tornaram-se mais seguras nos últimos sete anos, segundo a Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR). A entidade realizou um estudo que analisa o número de acidentes nas rodovias privadas, envolvendo 59 concessionárias. No ano passado, segundo o levantamento, o número de acidentes, mortos e feridos atingiu o menor patamar desde 2009, apesar do aumento crescente no tráfego de veículos e na extensão da malha rodoviária.

O cenário de 2009 indicava um tráfego de 451,9 milhões de veículos trafegando por 14,6 mil km de rodovias privadas. Pois bem, no final de 2015, houve um incremento de 46% no tráfego de veículos (660,5 milhões) e 30% na extensão da malha rodoviária (19 mil km). Mesmo assim, o índice relativo de acidentes caiu cerca de 20%. O de feridos reduziu em 25% e o de óbitos em 35%. O índice relativo criado pela ABCR calcula o número de acidentes, feridos e mortos sobre o número de tráfego de veículos nas rodovias concedidas.

“O índice de acidentes nas rodovias concedidas não acompanhou o aumento do tráfego e da extensão da malha rodoviária nos últimos anos. Isso é reflexo das campanhas de segurança e conscientização realizadas pelas concessionárias de rodovias”, afirma César Borges, presidente da ABCR. De acordo com ele, desde o início do Programa de Concessões, em 1995, foram investidos mais de R$ 50 bilhões em obras e mais de R$ 45 bilhões em manutenção e melhorias de segurança nas vias.

Grande parte das concessionárias de rodovias são signatárias do Pacto Mundial da ONU pela Década da Segurança no Trânsito, que visa diminuir, em pelo menos 50%, o número de vítimas de acidentes até 2020. Exemplo do Grupo CCR que administra 10 concessionárias e 3,2 mil km de rodovias. Na Semana Nacional do Trânsito, a empresa lançou a campanha ‘Siga Essa Voz’, em parceria com o aplicativo Waze.

Já a AB Concessões, grupo que administra mais de 1,5 mil km de rodovias, direciona o seu investimento social em programas que valorizam a integridade, a segurança nas vias, e o bem-estar dos seus usuários. É o exemplo da concessionária AB Nascentes das Gerais que possui o Plano de Gestão Social (PGS), programa direcionado para diversos públicos (caminhoneiro, ciclista, motociclista, pedestre, alunos dos ensinos fundamental e médio, motoristas e comunidade) com o foco de diminuir ocorrências. Em 2015, o grupo registrou queda de 12,6% no total de acidentes na comparação com 2014.

A Arteris, por sua vez, promoveu pelo terceiro ano consecutivo o “Mês da Segurança”. Mais de 900 ações foram realizadas em setembro pelas 9 concessionárias do grupo, que administra 3,2 mil km de rodovias nos estados de Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo. Entre os destaques, está o III Fórum Arteris de Segurança que trouxe experiências de sucesso de grandes empresas e pesquisa inédita sobre comportamentos de risco assumidos pelo motorista brasileiro.

A Ecovias, uma das sete concessionárias administradas pela Ecorodovias, adota a política de reuniões semanais envolvendo representantes de todos os departamentos para estudar as ocorrências mais relevantes dos últimos sete dias e analisar se alguma ação da concessionária pode evitar futuros acidentes semelhantes. Dessas reuniões, surgem recomendações de melhorias de engenharia, operacionais e ações educativas.

No grupo Invepar, empresa que controla quase 2 mil km de estradas no Brasil, um dos destaques é a concessionária CART, que mantém em 2015 atividades educativas em toda sua área de atuação. Na região de Presidente Prudente, considerando o trecho da SP-270 Rodovia Raposo Tavares entre Presidente Prudente e Presidente Epitácio, a concessionária não registra ocorrência com vítimas fatais há 6 meses. Isso representa redução de 53% no índice de ocorrência com vítimas fatais no comparativo de janeiro a agosto de 2015 e o mesmo período de 2016.

Já a Concessionária Bahia Norte comemora a redução de acidentes nas rodovias do sistema BA-093. Entre janeiro e outubro deste ano, o percentual de acidentes reduziu em 21% e de óbitos em 35%, em relação ao mesmo período no ano passado. Em outubro deste ano, o número de ocorrências diminuiu 24% em relação a outubro de 2015 e 12% comparado a setembro deste ano.

A Triunfo Participações e Investimentos lançou em suas concessionárias de rodovias a campanha de segurança “Toda viagem feliz termina em um grande abraço”. A iniciativa tem como objetivo lembrar todos os motoristas de que alguém especial esperava por eles na chegada da viagem. A companha contou com a distribuição de 45 mil panfletos e 40 mil aromatizadores de carros. Para reforçar a ação, foram instaladas 180 placas nas cancelas das praças de pedágio da companhia, além de anúncios em revistas, folhetos, cartazes, spots de rádio e podcasts.

Na Odebrecht Rodovias, grupo que administra 1,4 mil km, os números são positivos. A concessionária Rota das Bandeiras, por exemplo, registrou em setembro o mês mais seguro da história do Corredor Dom Pedro, no interior de São Paulo. Foram 129 acidentes, que representam uma queda de 57% em relação ao início da concessão, em abril de 2009, quando a média mensal era próxima de 300 ocorrências. O resultado reflete os investimentos da empresa em infraestrutura, fiscalização e educação para o trânsito.

A concessionária TEBE, responsável pela administração de uma malha viária de 156 km, em São Paulo, promove a campanha de “Prevenção de Acidentes com Animais na Pista”. A empresa realiza vistas às propriedades rurais e urbanas e orienta os proprietários e motoristas a evitarem situações de riscos, além de auxiliar nos casos em que ocorra a presença de animais na faixa de rolamento da rodovia. Em alguns casos, a empresa ajuda na recuperação das cercas e porteiras de residências para evitar a fuga de animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *