São Paulo inicia testes de usina solar flutuante

Redação – 28.02.2020 –

O Estado de São Paulo acaba de começar os testes da sua primeira usina solar fotovoltaica sobre flutuadores. A tecnologia, fornecida pela Sunlution Soluções em Energia, foi contrata pela Empresa Metropolitana de Águas e Energia (Emae), órgão pertencente à Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado, sob investimento de R$ 450 mil.

Os testes serão realizadas por 90 dias, a partir de hoje. O empreendimento tem capacidade de 100 kilowatts e ocupa uma área de mil metros quadrados. Ele está posicionado próximo à estação elevatória de Pedreira, na Represa Billings. “Nós temos que buscar alternativas em parceria com a iniciativa privada e com a população a fim de mudarmos nossos hábitos e investirmos no desenvolvimento sustentável”, diz o secretário de infraestrutura e meio ambiente de São Paulo, Marcos Penido.

Os testes servirão para avaliar a viabilidade da implantação de usinas fotovoltaicas nos reservatórios da capital. Se a aplicação for bem-sucedida, a Emae promete abrir chamada pública para implantação de usinas fotovoltaicas flutuantes nas represas Billings e Guarapiranga.

A escolha da empresa Sunlution para implantação do projeto piloto ocorreu por meio de um Chamamento Público lançado em outubro. A empresa enviou a documentação comprobatória dentro dos critérios técnicos e financeiros exigidos pela companhia. A energia gerada deve alimentar um dos escritórios da Emae.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *