São Paulo quer arrecadar R$ 14 bi em concessões rodoviárias

 

Redação – 25.07.2019 –

O governo paulista lançou edital para concessão de 1273 km de rodovias entre Piracicaba e Panorama (na divisa com Mato Grosso do Sul). As obras de ampliação e modernização de pistas devem demandar cerca de R$ 14 bilhões, dos quais R$ 1,5 bilhão deve ser aplicado nos dois primeiros anos de contrato.

O lote Piracicaba – Panorama é composto pela malha de 218 quilômetros, atualmente operada pela concessionária Centrovias, do Grupo Arteris, cujo contrato vence no início do ano que vem, além de 1.055 quilômetros operados pelo DER-SP, que serão concedidos à iniciativa privada.

Entre as intervenções previstas estão 600 quilômetros de duplicações e novas pistas (os contornos urbanos). Também haverá faixas adicionais e vias marginais, entre outras obras para melhorar a fluidez, o escoamento da produção regional e a segurança viária. Acostamentos, novos acessos e retornos, recuperação de pavimento, passarelas e ciclovias também estão no espectro.

Inovações tarifárias
O edital prevê inovações do ponto de vista econômico, tecnológico e de segurança viária. O modelo tarifário da nova licitação leva a uma tarifa quilométrica 23% menor que a praticada pela Centrovias atualmente. Haverá desconto de 5% para os usuários do pagamento automático. Além disso, é previsto desconto de usuário frequente (DUF), modelo inédito no Brasil e que deve beneficiar os motoristas que utilizam o trecho rodoviário com mais frequência, principalmente moradores de pequenas cidades que usam as rodovias quase que diariamente para acessar a rede de comércio e serviços de municípios vizinhos.

Tecnologia
A concessionária vencedora deve equipar as rodovias com Wi-fi dedicado (rede de dados sem fio) ao longo de toda a malha a fim de levar ao usuário informações sobre o sistema, atualizando-o, por exemplo, sobre a situação do trânsito, além de possibilitar o acionamento de socorro médico e mecânico. As rodovias serão totalmente monitoradas por câmeras inteligentes e haverá pesagem em movimento para a fiscalização de veículos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *