Serviços são o foco da Motorola Solutions para 2018

Da Redação – 31.01.2018 –

Empresa americana completa 90 anos e lista serviços, software e soluções LTE como prioridade para esse ano

Projetos no Brasil incluem rede Tetra, na Paraíba, e soluções para aeroporto de Confins, em Minas Gerais

Os serviços gerenciados estão na mira da Motolola, que completa 90 anos mundialmente e tem presença fixa no Brasil há quatro décadas. No balanço feito ontem para a imprensa, a companhia destacou a entrada em mercados como o automobilístico e a consolidação do crescimento em commodities como óleo e gás, papel e celulose, além da obtenção de projetos importantes em organizações público-privadas, incluindo o projeto do Aeroporto de Confins (MG). “Tivemos várias boas experiências em anos de eleição e e estamos otimistas com 2018. No ano passado, expandimos nossa base de clientes em diferentes verticais e regiões”, afirmou Elton Borgonovo, presidente da Motorola Solutions para o país.

O executivo destacou ainda projetos de segurança pública como os de digitalização do sistema de rádio da Paraíba, em estágio final de instalação, e que irá cobrir todo o estado, com tecnologia Tetra. “Outros relevantes contratos de sistemas de rádio digital aconteceram nos estados do Mato Grosso do Sul, que está em implementação, e Minas Gerais que já se encontra 100% operacional”, afirma a empresa em nota oficial.

Outro foco da companhia é desenvolver tecnologias para cidades inteligentes. Com a liberação da faixa de 700 Mhz para o uso de LTE (4G dedicado à segurança pública), a Motorola já disponibilizou no Brasil suas tecnologias mais recentes, como a solução tática LXN 500 que permite abrir uma “bolha” de comunicação 4G dedicada em qualquer lugar. Fazem parte dos planos seguir com tecnologias de inteligência móvel como o dispositivo de mão, semelhante a um smartphone, o LEX L10 e a câmera Si500, verdadeira caixa preta que registra ações policiais.

Em outra frente, integrando comunicação de próxima geração, estão os softwares da empresa, como a plataforma CommandCentral, que une Analytics, Big Data e Inteligência Artificial no combate ao crime, previsão de catástrofes e investigações e análises pós incidente. “Estas soluções serão uma verdadeira revolução nos centros de comando e controle e ajudarão empresas privadas a melhorarem sua segurança e aperfeiçoarem suas linhas de produção”, diz Borgonovo, que ainda destaca que estas tecnologias de segurança pública inteligente serão realidade em breve no Brasil.

Nos projetos internacionais da Motorola Solutions em 2017, o destaque ficou com o anúncio da participação no projeto FirstNet, rede integrada de LTE e rádio digital que irá cobrir todo o território dos Estados Unidos. Outras notícias de impacto foram a aquisição da Airbus DS, empresa líder no fornecimento de software para o gerenciamento de chamadas de emergência em centros de comando na América do Norte e a parceria com a Neurala, para aplicar Inteligência Artificial às câmeras portáteis. O contrato com o centro aéreo de Xangai (China), que recebe mais de 100 milhões de passageiros por ano, e a aquisição da Interexport, empresa chilena de serviços gerenciados de comunicação, também foram listados pela empresa.

“As soluções para comunicação de missão crítica estão em nosso DNA e estamos cada vez mais focados na oferta de serviços e soluções baseadas em software e LTE, não esquecendo do legado do rádio”, afirma Borgonovo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *