Setor florestal do Mato Grosso impulsiona lançamento de picadores e trituradores de madeiras

Por Rodrigo Conceição Santos – 10.06.2015 –

Máquina da marca CBI em operação
Máquina da marca CBI em operação

A Terex acaba de lançar a linha de equipamentos para atuar no setor florestal – principalmente para geração de biomassa. Oriunda da norte-americana CBI, adquirida pela Terex recentemente, a linha envolve sete modelos de picadores e trituradores de madeira e o foco de atuação no Brasil é a indústria de papel e celulose, com destaque para o Estado do Mato Grosso, onde esse setor estaria em alta, segundo a fabricante.

“A Terex mudou de estratégia desde 2007, deixando de ser uma empresa generalista para ser uma empresa de nicho”, diz Francois Jourdan, presidente para América Latina, quando questionado pelo InfraROI se a aquisição da CBI não era contraditória à estratégia da Terex de focar no nicho de içamento de pessoas e materiais após a venda das linhas de Roadbuilding para a Bomag e de caminhões fora-de-estrada para a Volvo.

“Portanto, o negócio da CBI é adicional e deveremos despender poucos profissionais de vendas a ele, atuando muito especificamente em alguns mercados como o mato-grossense, mas contando com o background da Terex”, diz. “Inclusive, estamos transferindo, nas próximas duas semanas, o armazém de peças de Curitiba (PR) para Cotia (SP)”.

Içamento
Voltando ao que seria o foco da multinacional norte-americana, Gustavo Faria, diretor da área de veículos utilitários destaca o SkyCiTy, um cesto aéreo para atuação em redes de transmissão de energia montado sobre pick-up convencional lançado recentemente. “As vantagens dele são a facilidade de locomoção e o consumo de combustível, que são, evidentemente, mais otimizados se compararmos com os equipamentos que têm caminhões como propulsor”, diz.

Segundo Faria, a montagem em pick-up é factível porque os esses cestos isolados de transferência de carga elétrica são mais leves do que os convencionalmente oferecidos pelo mercado. “Esses equipamentos compõem uma linha mais extensa para trabalho com redes elétricas de alta tensão e cujos principais clientes são as concessionárias públicas e as prefeituras”, diz.

A Terex também lançou um simulador de guindastes RT, a qual julga ser o primeiro para esse tipo de equipamento na América Latina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *