Soluções de segurança podem aumentar em 30% a eficiência operacional de rodovias

Redação – 30.06.2021 – Avaliação é da Genetec, que aponta ainda a redução de acidentes e gargalos nas estradas

A nova onda de privatização de rodovias trouxe a discussão sobre eficiência e segurança ao debate nacional. Para especialistas como Fábio Ferreira, gerente da Vertical de Cidades e Infraestrutura da Genetec Brasil, as novas concessões devem investir em qualidade das vias e gestão de tráfego, além de prevenção de acidentes. “Hoje temos sistemas de segurança unificados, com bancos de dados compartilhados, que se integram às mais sofisticadas e eficazes ferramentas”, explica. Segundo ele, os recursos podem garantir a segurança das rodovias, evitar gargalos, fiscalizar infratores de forma eficiente, garantir manutenção adequada e a proteção das pessoas.

Segundo ele, o escopo da companhia envolve várias soluções e uma plataforma completa de segurança. A plataforma gerencia os ativos de segurança e monitoramento das rodovias e pode contribuir com as operações. A tecnologia consolida dados de diversas origens, não somente provenientes de dispositivos tradicionais de segurança como câmeras e analíticos, mas também de outros dispositivos. Com a consolidação, é possível gerar informações seletivas e entregar a inteligência para a tomada de decisões na rotina operacional das rodovias.

Ferreira destaca que a plataforma ganhou uma nova versão, que elimina a lacuna entre os sistemas locais e a nuvem com novos serviços conectados, bem como novos plug-ins de IoT que possibilitam a conexão direta de milhares de dispositivos que podem trazer dados valiosos à operação. “No caso das rodovias, é fundamental que o Centro de Controle consiga monitorar, controlar e agir de forma ágil e eficiente para resolver os mais variados tipos de eventos”, explica Ferreira.

A solução da Genetec é um projeto completo de segurança, operações e inteligência (análise conjunta de dados e geração de informações para auxiliar no planejamento do futuro do negócio). A inicia contempla também operações (monitoramento de alarmes e condições operacionais das vias, correlação de dados, gestão de incidentes e eventos por meio de Procedimentos Operacionais Padrão – SOPs fiscalização, gestão de arrecadação) e segurança (fiscalização, proteção patrimonial, dos colaboradores e usuários.).

Uma das vantagens da plataforma Genetec é a possibilidade de integração com dispositivos de áudio com Sipelia, que permite a conexão com qualquer sistema de áudio com protocolo SIP. É possível, por exemplo, emitir uma mensagem de áudio em uma praça de pedágio ou outra base remota de apoio para direcionar uma ocorrência através do sistema de PA ou conexão e execução de chamadas telefônicas automáticas por intermédio de uma central IPBX para a polícia ou corpo de bombeiros ou até mesmo a comunicação com um sistema de rádios TETRA. Tudo isto utilizando uma única interface na tela do operador do Centro de Controle.

Sistema inclui reconhecimento automático de placas

Outra vantagem é a possibilidade de trazer em uma única tela todos os dispositivos de operação e segurança da rodovia como câmeras, painéis de mensagem variável, radares, leitores de placas, pictogramas, ventiladores de túneis, controle de iluminação. É possível ver também todos os analíticos relacionados, em bordas ou em servidor, assim como outros dispositivos distribuídos pela rodovia. A plataforma ainda compila os dados em relatórios e dashboards, simples e objetivos, que podem gerar, de forma combinada ou isolada, gatilhos para eventos e aplicação de procedimentos operacionais através do Mission Control.

A concessionária rodoviária terá acesso ainda a um sistema de gerenciamento de vídeo IP para vigilância, um sistema que se adapta às exigências dinâmicas de qualquer ambiente de segurança, com suporte a uma ampla gama de câmeras, codificadores e equipamentos de CFTV líderes do setor. Esta solução inclui recurso que automatiza a análise de milhares de imagens por segundo, com maior precisão. Também é possível controlar o acesso IP das instalações, com opções de hardware não proprietárias, para reforçar a segurança e auxiliar a equipe a responder de imediato a qualquer ameaça.

Já o sistema de reconhecimento automático de placas de veículos (ALPR) automatiza a leitura e identificação das placas. “Esta ferramenta facilita a localização dos veículos de interesse e a fiscalização de restrições de circulação. “Para se ter uma ideia, atualmente 30% dos veículos automotores que circulam em território nacional não são licenciados e grande parte não passa pelas manutenções obrigatórias”, diz.

De acordo com Ferreira, a plataforma Genetec pode ser colocada na nuvem, reduzindo em cerca de 20% custos com hardwares e softwares. “É possível também otimizar em 30% a equipe, deixando que os profissionais se ocupem de ações mais estratégicas. Isto é fundamental considerando-se que as equipes trabalham em turnos para monitorar as rodovias 24 horas por dia, nos sete dias da semana”, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *