Startup de recarga de bateria avança em São Paulo

Redação – 13.01.2021 –

A Startup Hyupp resolveu resolver o problema de quem fica sem bateria de celular no meio das ruas de São Paulo. A empresa dispõe serviço de compartilhamento de baterias portáteis (Powers Banks). Atualmente, a startup já tem 40 estações de recarga em estabelecimentos comerciais na capital paulista e a expectativa é de chegar a 400 delas até o final do ano, sendo que 140 já estão prometidas para fevereiro.

“De outubro em diante, nossa meta é avançar para fora de São Paulo e fechar 2021 com faturamento de 1,7 milhão”, diz Ahmed Kadura, CEO e sócio fundador da Hyupp.

Na avaliação da Hyupp, o potencial de negócio é bom, pois o Brasil é um país extremamente conectado por celulares, com 230 milhões de aparelhos ativos. Somente em 2020, houve um aumento de 10 milhões no número de smartphones ativos no último ano, segundo a 30ª Pesquisa Anual de Administração e Uso de Tecnologia da Informação nas Empresas, realizada pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP). Já o número de computadores, notebooks e tablets em uso no Brasil é de 180 milhões.

“Trouxemos um modelo chinês que não teve sequer um dispositivo aproveitado. Tudo precisou ser repensado e levou bem mais tempo e mais recursos do que prevíamos”, Kadura. Os componentes, as máquinas e os carregadores são importados.

Segundo ele, os avanços na tecnologia e o leilão para ocupar a nova frequência do 5G, previsto para 2021, ampliará ainda mais o uso de internet pelo celular, o que demandará maior autonomia das baterias. Outro sinal de mudança vem das próprias fabricantes como a Apple, que lançou o iPhone 12 sem carregador. A Samsung não fica atrás e cogita lançar seu Galaxy S21 sem o carregador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *