Startups reduzem em 60% o prazo de entrega de obras imobiliárias

Redação – 02.03.2021 –

Modelo envolve construção cooperada e leilão reverso para locação de equipamentos pesados

A parceria entre duas startups da área de construção pode levar à economia de até 60% do custo de locação de equipamentos pesados como guindastes e gruas usados em obras desse tipo. O tempo de execução das moradias também é reduzido no mesmo percentual, ou seja, 60%. A otimização, por sua vez, garante um retorno de investimento entre 28% e 40% para cada empreendimento.

Os números são da Alliance, a primeira das startups envolvidas. Ela é uma fintech focada na coordenação de consórcios empresariais para a construção e financeirização cooperada de moradias. Traduzindo: ela cuida da operação e da parte financeira dos empreendimentos. Seu modelo de negócio reúne equipes de arquitetos e engenheiros consorciados e adota o pregão eletrônico voltado a fornecedores locais para engajar o varejo de serviços e produtos da construção num modelo participativo.

Criada pelo administrador de empresa e ex-operário da construção Etiene Ferreira, a Alliance define os agrupamentos de fornecedores e assume a administração financeira, além de estabelecer o consórcio responsável pelos empreendimentos, incluindo proprietário do terreno, a imobiliária, os corretores e a assessoria jurídica. O modelo, segundo ela, reduz em até 60% o tempo de construção e entrega as unidades completas e a preço de custo.

A parceria com uma segunda startup – levou à redução do custo de locação de equipamentos. Isso se explica porque a Bobton é um marketplace focado em locação e mobilização de equipamentos pesados. O acordo viabiliza a contratação de locadores de equipamentos pesados para movimentação de materiais nos canteiros de obra, tais como gruas, guinchos, guindastes, e carretas, na plataforma de “leilão reverso” desenvolvida pela Bobton.

A partir da parceria com a BobTon, a Alliance espera se beneficiar com economia de custos de até 60% na locação de equipamentos de obras a partir da publicação de consultas na plataforma de negociações, que conta com centenas de fornecedores cadastrados. “A Alliance tem uma proposta de cadeia de valor cooperada que coincide com nosso modelo de agregação das comunidades de negócios”, avalia Alessandro Vivian, sócio fundador da Bobton.

Ainda de acordo com Etiene Ferreira, a Alliance está costurando parcerias com gestores de fundos e instituições do mercado de capitais, principalmente fintechs, para promover um fundo de investimento imobiliário com características próprias. Tal fundo foi projetado para atender a diversidade de pessoas e famílias interessadas em realizar aplicações com flexibilidade de prazo e parcelas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *