Startups vão desenvolver projetos para a Sabesp

Redação com informações do BID – 25.01.2019

Soluções testadas poderão ser adotadas pela maior concessionária pública de saneamento do país 

Cinco startups foram selecionadas para testar soluções que poderão ajudar a resolver desafios tanto na prestação de serviços como na gestão interna da Sabesp, a Companhia de Água e Saneamento do Estado de São Paulo. Cada negócio poderá receber até R$ 150 mil do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), por meio de uma cooperação com a Sabesp, para testar as soluções.

O Pitch Sabesp consiste em uma chamada pública para selecionar projetos inovadores relacionados com a área do saneamento básico e que contribuam à solução dos principais desafios da concessionária. A companhia apresentou 27 desafios distribuídos em cinco áreas: experiência dos clientes, redução de perdas, tecnologia para o saneamento, eficiência operacional e energética, e gestão corporativa.

Quinze negócios selecionados entre 585 inscritos apresentaram suas propostas a uma banca avaliadora. Os cinco finalistas na categoria startups que o BID apoiará, e cujas soluções incluem desde big data e inteligência artificial para predizer inadimplência e padrões de comportamento até ferramentas de detecção de perdas de água, foram os seguintes:

Utilis Israel – identifica perdas de água nos sistemas de distribuição por meio de satélites

Avatar da Saúde Consultoria – aplicativo dedicado voltado à saúde e qualidade de vida dos funcionários

Advizzo – combina economia do comportamento e Data Science para promover o engajamento e relacionamento com clientes

City Taps – medidor de água inteligente e pré-pago que usa computação na nuvem entre outras tecnologias

E-Wally – plataforma de pagamentos de contas e transações financeiras conectada ao Sistema Brasileiro de Pagamentos (SBP), reduz os custos de arrecadação

“Considerando os desafios em termos dos recursos financeiros a serem assignados ao setor e a quantidade de pessoas que ainda falta incorporar ao acesso a serviços de saneamento básico entre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, vem sendo cada vez mais incerto conseguir atingir a meta dentro do prazo estabelecido até 2030″, explica Gustavo Méndez, Especialista Líder em Água e Saneamento do BID.

De acordo com ele, a inovação como meio para implantar soluções de saneamento básico de menor custo e tempo e maior efetividade, se torna ainda mais importante e deve ser um caminho sem retorno, especialmente quando se trata de promover uma melhor gestão dos recursos hídricos e garantir a universalização do acesso”, e

Além do BID, a iniciativa conta com o apoio da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária (ABES), da Associação Interamericana de Engenharia Sanitária Ambiental (AIDIS) e do Instituto Trata Brasil. A chamada contribui tanto para a Sabesp, por trazer um novo olhar para a gestão dos serviços prestados, quanto para as startups, com uma grande oportunidade de negócio e reconhecimento, ao trabalhar com uma das maiores empresas de saneamento do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *