Teste multimarcas dá força à rede universal de carros elétricos

Da Redação – 21.11.2017 –

Uma demonstração realizada na Dinamarca na semana passada confirma a tendência de que as montadoras de automóveis criem uma rede única de abastecimento e assistência a carros elétricos. O projeto Parker, como foi denominado, une duas iniciativas dinamarquesas anteriores, a EDISON e o Nikola, e tem como objetivo demonstrar a capacidade dos veículos elétricos modernos de trabalhar num sistema integrado e baseado em energias renováveis. Dessa iniciativa, participaram a Nissan, a Peugeot e a Mitsubishi, além de empresas voltadas a segmentos de energia.

De acordo com os organizadores do Parker, há uma gama ampla de serviços de rede novos em teste para examinar como os veículos elétricos podem contribuir melhor para equilibrar o sistema de energia. Ao mesmo tempo eles avaliam como os veículos elétricos podem fornecer serviços de rede com marcas de automóveis diferentes. “Esta é a primeira vez que três grandes marcas de automóveis se unem para demonstrar veículos elétricos em rede. Essa é a demonstração mais completa e sistemática de serviço de veículos elétricos em rede multimarcas já realizada”, diz Peter Bach Andersen, pesquisador sênior do Centro de Eletricidade e Energia, da DTU Electrical Engineering, e Gerente do Projeto Parker.

Os primeiros testes realizados pela Parker incluíram serviços de rede como regulação de frequência, suporte de tensão e empilhamento.

Para que os veículos possam oferecer suporte a esse sistema em escala global, o Parker defende uma definição para integrar a rede universalmente, de modo que os veículos possam se conectar e estar em equilíbrio com a rede, independentemente da marca e da localização.

“A demonstração dos veículos elétricos em rede realizada aqui na Dinamarca é um estudo para utilizar veículos elétricos e híbridos como uma ferramenta de troca de energia para a sociedade”, diz Vincent Cobee, vice-presidente corporativo da Mitsubishi Motors Corporation. “Nós esperamos que os veículos elétricos e híbridos funcionado como infraestrutura social se tornem indispensáveis num futuro próximo”, completa.

A frota de veículos da Parker é composta de sete recarregadores da Enel e quatro linhas diferentes de veículos elétricos de última geração das três marcas. Os carros já vêm com tecnologia de veículo elétrico em rede (V2G) integrada e, portanto, são capazes de devolver eletricidade à rede, o que demonstra a aceitação da tecnologia V2G na indústria automotiva e também a posição dos parceiros como pioneiros na integração da rede.

“Estamos orgulhosos de fazer parte da equipe Parker, contribuindo com nossa tecnologia de infraestrutura de recarga de veículos elétricos e trazendo a nossa experiência no desenvolvimento de redes inteligentes. Para nós, a tecnologia V2G apresenta oportunidades de negócios significativas e estamos dando grandes passos no desenvolvimento desta tecnologia, no contexto do desenvolvimento da rede inteligente de maneira geral, para que possamos garantir um sistema de energia equilibrado baseado em energias renováveis”, diz Alberto Piglia, Responsável de e-Mobility da Enel.

Antes das primeiras demonstrações práticas, houve um plano de teste que englobava 11 serviços. Eles avaliaram, por exemplo, a capacidade dos veículos de fornecer regulação de frequência, prevenção de sobrecarga de rede e fazer a recarga em tempo real de acordo com um sinal de CO2 que informa o veículo quando as emissões dos produtores de energia estão no nível mais baixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *