Volvo contrata 400 funcionários e sinaliza retomada do mercado de caminhões

Redação – 11.02.2021

Número de funcionários da montadora já seria maior do que o período anterior à pandemia

A unidade de fabricação de caminhões da Volvo está acelerando sua operação industrial e anunciou a contratação de 400 funcionários, chegando a 3,8 mil colaboradores no país. De acordo com Wilson Lirmann, presidente do Grupo Volvo América Latina, a empresa vê bons sinais de recuperação no Brasil, principal mercado do continente. Com a retomada de alguns segmentos da economia desde o segundo semestre de 2020, fabricante estima que o mercado total de caminhões pesados e semipesados tenha um crescimento de até 40% este ano.

“A América Latina é a maior região de negócios de caminhões da Volvo no mundo, mesmo diante do cenário econômico adverso criado pelo coronavírus”, explica Lirmann. Ele destaca o que o modelo Volvo FH 540cv foi o caminhão mais vendido do Brasil no ano passado em todos os segmentos, dos leves aos pesados, com 5.870 unidades emplacadas. Além disso, o Volvo FH 460cv foi o vice-lider da categoria de pesados, com 3.936 unidades emplacadas.

A marca encerrou o ano com a entrega de 14.976 caminhões no Brasil, resultado 11,1% inferior ao registrado em 2019, mas abaixo da queda do mercado. Já a linha VM teve crescimento de 24%, com 3.530 emplacamentos em 2020, na soma das versões semipesadas e pesadas do modelo.

Além do Brasil, os impactos da pandemia foram sentidos também nos diversos mercados Volvo na América Latina. Houve redução de entregas para a Argentina, que fechou com 816 caminhões (- 25%); Chile, 888 caminhões (- 14%) e Peru, 1.006 caminhões (-29%). A boa recuperação de volumes iniciada no Brasil no segundo semestre garantiu entregas totais de 17.812 unidades no continente, número 13% abaixo do período anterior. No balanço total, o Brasil representou 85% dos negócios de caminhões da marca, enquanto 15% foram distribuídos entre todos os demais países da América Latina.

No mercado de ônibus, a Volvo Buses Latin America reforçou sua posição em 2020: foram 444 chassis emplacados no Brasil e 711 em diversos outros países do continente. Além disso, houve exportações importantes de chassis para a África. Ao todo, a unidade brasileira da Volvo comercializou 1.402 chassis no ano passado, uma queda de 24% em relação ao período anterior. Um dos destaques foi o resultado no segmento de ônibus para fretamento no Brasil: as vendas do B270F, o chassi semipesado da Volvo, cresceram 34% em relação ao ano anterior, alcançando um volume de 216 unidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *