Votorantim Cimentos encerra segundo trimestre de 2021 com lucro líquido de R$ 692 milhões

Redação – 19.08.2021 – Receita líquida global foi de R$ 5,8 bilhões, crescimento de 50% em relação ao segundo trimestre de 2020 

A Votorantim Cimentos registrou lucro líquido de R$ 692 milhões no segundo trimestre de 2021 e conseguiu reverter o prejuízo de R$ 153 milhões registrado no mesmo período do ano passado. A companhia obteve receita líquida global de R$ 5,8 bilhões no segundo trimestre do ano, aumento de 50% em relação a igual período de 2020. 

As vendas globais de cimento da empresa somaram 9,8 milhões de toneladas no segundo trimestre deste ano, crescimento de 31% em relação às 7,5 milhões de toneladas comercializadas no mesmo período de 2020. Já o EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado foi de R$ 1,5 bilhão, crescimento de 110% em um ano. 

O bom resultado foi causado pelo aumento do volume de vendas e da dinâmica de preços favorável em todas as regiões em que opera. Além da recuperação econômica em alguns países e do crescimento de setores como construção civil e infraestrutura, a base de comparação com o ano anterior é baixa, o que dá mais margem para os números. 

No Brasil, a receita líquida da Votorantim Cimentos no trimestre foi de R$ 2,6 bilhões, um aumento de 46% em relação ao segundo trimestre de 2020. Já o EBITDA ajustado foi de R$ 659 milhões, crescimento de 167% na comparação com o mesmo trimestre do ano passado. 

Atuações internacionais da empresa

Na América do Norte, a Votorantim assumiu, no início de agosto, o controle total da joint venture com a Superior Materials em Detroit, nos Estados Unidos. Com essa transação, a empresa amplia sua atuação no mercado de concreto para atender os clientes localizados nas principais cidades da Região dos Grandes Lagos. 

Já em julho, a Prairie Materials, divisão de concreto e agregados da Votorantim nos Estados Unidos, celebrou um acordo para adquirir a Valley View Industries, empresa de agregados com sede em Illinois. Essa transação permitirá o aumento da capacidade de fornecimento de agregados para clientes dos setores de construção e agricultura no estado de Illinois, no Meio-Oeste dos Estados Unidos. 

No Brasil, a empresa iniciou a operação de uma nova linha de produção em sua fábrica no Complexo Industrial e Portuário de Pecém (CE). Com essa expansão, avaliada em R$ 200 milhões, a unidade passou a ter capacidade de produção de 1 milhão de toneladas de cimento por ano. O volume de produção da nova unidade irá reforçar o abastecimento do mercado da região metropolitana de Fortaleza (CE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *