WeDo cresce e lança nova versão de plataforma

Redação – 24.05.2019 –

Raid 8.1 ganha novas funcionalidades para atender a demanda das redes 5G

Multinacional aproveitou evento em Cascais para lançar nova versão de sua plataforma

O roadmap de lançamentos da multinacional portuguesa WeDo Tecnologies acaba de fechar mais um ciclo com a nova versão do Raid 8.1. O foco da nova versão é atender a demanda de controle dos serviços em tempo real, uma característica típica das futuras redes de quinta geração (5G). O CEO da companhia, Rui Paiva, destacou algumas das funcionalidades, caso das capacidades de extensão de processamento de dados em tempo real e da integração ampliada com plataformas de Big Data, além de módulos personalizados de gestão de riscos.

“As redes 5G vão exigir mais conexão e controle. Junte-se a isso a regulamentação e o cenário torna-se ainda mais complexo”, enfatizou em reunião com a imprensa ontem (22/5) durante o We Meet Europe 2019, evento que se encerra hoje em Cascais, Portugal. De acordo com o executivo, há diferentes formas de desenvolver os modelos de garantia de receita e gestão de fraude, a especialidade da companhia nos novos tempos de 5G. Uma delas, inclusive, é a inovação por meio de laboratórios de co-criação com as próprias operadoras. A questão, de acordo com Paiva, é “juntar esforços”.

Os números da WeDo mostram que a empresa tem surfado na onda que antecede as mudanças para o 5G. A consultoria Frost & Sullivan, por exemplo, premiou a multinacional por Market Leadership em Financial Assurance em 2018. Os números apresentados ontem em Cascais indicam que a empresa continua aquecida, com mais de 230 clientes em 113 países, a maior parte deles (mais de 127) usando suas soluções de garantia de receita ou revenue assurance, como o termo é conhecido em inglês. O maior incremento no período de maio de 2018 e maio desse ano, porém, aconteceu na área de business management (11% de aumento de receitas), com mais de 40 operadoras em 36 países. Os serviços de gerenciamento de fraude tiveram um aumento de mais de 5% nas receitas em mais de 50 clientes da carteira atual.

Bernardo Lucas, CMO da empresa destacou que a nova versão do Raid 8.1 está alinhada com a necessidade de as operadoras oferecem diferentes serviços com o fatiamento da rede 5G em camadas, com a personalização das ofertas e da bilhetagem para cada tipo de novo serviço que deve surgir. Já Álvaro Ribeiro, CTO da WeDo, lembra que a empresa persegue um modelo de baixo custo total de propriedade (TCO) para as operadoras e caminha para uma plataforma cada vez mais auto-escalável e na nuvem, o que justificaria a redução do TCO.

Ribeiro já adiantou novas versões 8.2 (2020) e 9,0 (2021) para o módulo de gestão de risco do Raid. No caso dos módulos de negócio e de aplicativos na nuvem, a entrega de atualizações seria contínua. Já Bárbara Gurjão, diretora executiva de desenvolvimento de negócios, foi clara na dica para as operadoras latino-americanas: “tem que simplificar”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *