Aeroportos de Foz do Iguaçu e São Luís recebem certificação da Anac

Redação – 05.06.2019 –

Agência atestou a capacidade das duas instalações, incluindo capacidade de transporte 

Aeroporto de São Luís: crescimento operacional de 5% em 2019 e recebimento de aviões de maior porte

Dois aeroportos importantes receberam na segunda (03/06) a oficialização que atesta sua capacidade operacional. Tanto o de Foz de Iguaçu, no Sul, como o de São Luís, na capital maranhense, no Nordeste, foram certificados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). As instalações também foram validadas em relação à sua adequação de segurança e excelência estabelecidos pelos órgãos da aviação civil nacional e internacional.

O superintendente do aeroporto de Foz do Iguaçu, Joacir Araújo dos Santos, explica que a certificação revoga a Portaria 3.720/SIA, de 15 de dezembro de 2016, que restringia a quantidade de pousos e decolagens por semana no terminal paranaense. “Com isso, a expectativa é que o aeroporto de Foz receba cada vez mais passageiros e novas rotas”, disse.

Com capacidade para receber 2,6 milhões de passageiros/ano, o aeroporto sulista  registrou em 2018, 2,3 milhões de viajantes, entre embarques e desembarques e com três companhias aéreas operando no terminal.

O Aeroporto Internacional de São Luís/Marechal Hugo da Cunha Machado (MA) também recebeu o Certificado Operacional de Aeroporto da Agência Nacional de Aviação Civil, confirmando que ele “atende às melhores práticas de infraestrutura e de segurança internacionais, estando apto a receber operações mais exigentes, ou ainda, aumentar o número de operações com aeronaves de maior porte na localidade”, conforme documento oficial da Anac.

Antes da emissão do atestado, o aeroporto possuía restrições operacionais para o aumento de frequências com aeronaves de maior porte da categoria 4C, como os Airbus A319, A320 e A321 e o Boeing 737-800, conforme a Portaria Nº 3651/SIA, emitida em 12 de dezembro de 2016.

De acordo com a superintendente do aeroporto, Tayse Brandão, a certificação operacional é resultado do trabalho e dedicação de todos os funcionários do terminal. A estimativa dele é que o aeroporto encerre o ano com um crescimento operacional 5% superior em relação a 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *