Angola Cables atinge 1.2 Terabits de tráfego de dados no Brasil

Redação – 01.04.2021 –

Volume dos pontos de presença empresa africana teve um aumento de 100% nos últimos seis meses

Data center da operadora em Fortaleza

A Angola Cables atingiu 1.2 Terabits de tráfego de dados no Brasil no início do mês de março, o que representa um aumento de aproximadamente 100% nos últimos seis meses. Tal registro coincide com o crescimento do tráfego em todo o país no mesmo período, o que demostra a necessidade de se buscar rotas eficientes. Atualmente, na rede da empresa, a latência do trecho Fortaleza – São Paulo é de 45ms, Fortaleza – Miami 65ms e Miami – São Paulo 104 ms. A latência de Fortaleza – Luanda é de 63ms, considerada a menor do mercado.

Por meio dos cabos SACS e WACS, a Angola Cables oferece uma rota alternativa de conexão do Brasil com a Europa sem a necessidade de passar pelos Estados Unidos, embora essa opção também seja possível através do cabo Monet. Possuir rotas com capacidade e pontos de conexão colaboram para que se tenha uma menor latência.

A multinacional tem mais de 4500 acordos de peering em todo o mundo e mais de 20 pontos de presença (PoPs) em Angola, África do Sul, Nigéria, Ghana, Portugal, Inglaterra, Espanha, França, Alemanha, Brasil e EUA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *