Angola Cables cria infraestrutura de telecom para provedores que miram em gamers

Redação – 27.08.2020 –

Operadora angolana lança solução com menos latência, o que evita os travamentos em função de engenharia de tráfego 

Quem tem filho adolescente sabe o desespero que é – para eles – o travamento de um jogo online. Esse fenômeno que tira a paz dos filhos e dos pais chama-se game lag. Agora, a Angola Cables resolveu endereçar o problema, mirando o cliente de seus clientes, ou seja, os gamers que usam as redes dos provedores de internet. Trata-se de um serviço IP cuja configuração de engenharia aponta diretamente para os maiores pontos de tráfego de gaming no mundo, selecionando automaticamente as melhores rotas entre os usuários e os provedores onde estão hospedados, seja para stream, upload e download dos games.

De acordo com a Angola Cables, a solução “oferece aos gamers de todo o Hemisfério Sul a oportunidade de competir com melhor qualidade de ligação, ou seja, melhor ping, latência mais baixa, aumentando suas chances de sucesso contra jogadores de outras partes do mundo”. Tecnicamente, os usuários da rede provida pela operadora vão se beneficiar de latências até 10% menores ao acessarem provedores internacionais, pois o serviço identifica automaticamente as rotas mais favoráveis e otimiza as respostas aos comandos dos jogos.

O IP_Gamer, como é chamado o novo serviço, permite ao provedor que confia sua internet à Angola Cables, se beneficiar de ligações estratégicas prioritárias e diretas (peering/PNI) para os principais servidores de gaming (gaming nodes) na Europa, na América do Norte e na Ásia, além de uma redução de latência. Os provedores poderão incorporar o IP_Gamer no seu portfolio de produtos e capitalizar as vantagens desta solução para fidelizar o consumidor final e atrair novos clientes.

“Este novo serviço resulta de muitas horas de pesquisa e desenvolvimento, um trabalho apurado de engenharia para garantir uma solução única, de baixa latência, robusta e segura, de forma a encontrar vantagens tanto para o provedor  de Internet como para o gamer, cujo resultado geral vai impulsionar ainda mais o mercado de games na região”, explica António Nunes, CEO Global da Angola Cables. Segundo ele, o novo produto deve ainda valorizar o mercado de Cloud Gaming, o acesso a máquinas virtuais e ainda estimular o crescimento dos e-Sports como oportunidades de renda para desenvolvedores brasileiros e influenciadores digitais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *