Big Brother da seca chega ao Semiárido

Da Redação – 01.02.2017 –

Ferramenta acompanha nível de 452 reservatórios na região semiárida do Brasil.

De acordo com a última medição do Instituto Nacional do Semiárido (Insa), 243 reservatórios operam com menos de 10% da capacidade na região, sendo que somente 32, dos 452 monitorados, têm mais de 50% de armazenamento. Essas informações, agora, são o mapa da seca no semiárido que o Insa passa a disponibilizar diariamente com o lançamento da plataforma digital Olho N’Água.

O sistema foi desenvolvido em parceria com a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), e começou a funcionar na última semana de 2016.

O diretor do Insa, Salomão Medeiros, resume que a plataforma aproxima o cidadão de sua realidade. “Isso contribui para o controle social, para que a população discuta com o gestor responsável acerca do manejo da água, do planejamento e da preocupação com a provisão. A proposta da ferramenta é envolver a sociedade nesse debate.”

A plataforma acompanha e compartilha informações em mapas atualizados sobre a disponibilidade de água em 452 reservatórios distribuídos na porção semiárida de nove estados brasileiros: Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. Os açudes abastecem cerca de 24 milhões de habitantes e totalizam uma capacidade máxima de armazenamento de 40.256 hectômetros cúbicos (hm³).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *