Cemig interliga energia solar gerada por condomínio em BH

Da Redação – 29.05.2018 –

Trata-se do primeiro empreendimento com Múltiplas Unidades Consumidoras de energia solar fotovoltaica residencial a fazer parte do sistema

Construído pela MRV, o Spazio Parthenon tem 440 unidades. Além dos apartamentos em si, o conjunto também incorpora uma usina de geração fotovoltaica (UFV) com 1.650 placas. A usina vai gerar 120 kWh para cada apartamento. Deste valor, 105 kWh/mês serão destinados ao consumo próprio de cada apartamento e 15 kWh/mês serão direcionados para a área comum.

Segundo a MRV, se o morador não consumir a energia a que tem direito, o excesso é convertido em crédito a ser utilizada em até 60 meses. Orçada em mais de R$ 1,5 milhão, a usina terá 437,25 kWp, de potência, o que equivale a uma geração de energia mensal de 52.800 kWh. Financeiramente, o investimento compensa: há previsão de uma economia de R$ 520 mil por ano com a autogeração, ou seja, o sistema poderá se pagar em 36 meses.

O inédito do processo não é a autogeração, mas a interligação pela concessionária de energia de um sistema como esse – chamado de Múltiplas Unidades Consumidoras em um empreendimento residencial à rede da companhia. De acordo com a agência reguladora do setor de energia (Aneel) seria o primeiro Empreendimento com Múltiplas Unidades Consumidoras (EMUC) de grande porte do Brasil.

Dados da MRV mostram que 30% das unidades habitacionais lançadas pela construtora em 2017 tiveram geração de energia solar fotovoltaica para as áreas comuns dos condomínios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *