Como o provedor pode escolher o melhor CPE para o cliente

Redação InfraDigital – 09.09.2021 – Podcast debate forma de elaborar ofertas que atendam a necessidade do usuário 

Equipamento dentro das instalações do cliente ou CPE, na sigla em inglês, são os aparelhos que os provedores de Internet deixam na casa de seus usuários, como um modem ou um roteador. Essa será a interface do cliente com quem fornece sua conexão e a escolha do CPE é importante para que o serviço seja bem prestado. Por isso, como escolher o melhor CPE para o cliente foi o tema do novo episódio do podcast Conexão InfraDigital. 

De acordo com Fabrício Araújo, especialista em telecomunicações da Intelbras, a escolha do CPE vai depender do tipo de serviço que o provedor vai oferecer ao cliente. “Se for um cliente residencial que só quer internet com plano mais simples, a escolha do CPE pode ser apenas uma ONU, ou modem como alguns gostam de chamar, de uma única porta e um roteador, por exemplo.” 

A situação muda se o cliente quer um serviço mais robusto. Um gamer, por exemplo, vai desejar uma conexão melhor e mais estável, então é recomendável CPEs de maior capacidade. No caso, Araújo sugere uma ONU e mais um roteador, ou até mesmo uma ONT, que já conta com interface de Wi-Fi dualband (em frequências de 2,4 GHz e 5 GHz). 

“Para uma pequena empresa, que precisa de telefonia, o provedor pode oferecer o serviço de telefonia IP e, na ONT, fazer essa conversão, já que a solução da Intelbras entrega uma saída analógica para telefones”, comenta. “Já para quem fornece conexão via rádio, precisa levar em conta o plano de banda e a distância do cliente da torre.” 

O cliente em primeiro lugar

O especialista afirma que o provedor leve em conta a necessidade do cliente. “Se entregar o mesmo equipamento para um cliente mais simples e para o heavy user, ou você entrega um aparelho muito fraco para a demanda de um ou muito forte para o outro, perdendo dinheiro no final.” 

De acordo com ele, a melhor opção é criar uma nova prateleira de serviços com base no CPE, oferecendo o equipamento de acordo com o perfil de cliente. Por exemplo, um plano para gamer com o CPE melhor, outro para pequenas empresas. “Monte a cesta de serviços acordo com o plano e o perfil do cliente. Dessa forma, é possível atender melhor a necessidade de cada cliente e evita problemas de pós-venda”, sugere.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *