Como reduzir o tempo de inatividade da sua frota de empilhadeiras

Redação com Fronius – 19.02.2021 –

As paradas na intralogística diminuem a produtividade e geram altos custos para empresas e centros de distribuição, que dependem do bom funcionamento de seus equipamentos

Aumentar a disponibilidade da frota de empilhadeiras elétricas em um centro de distribuição ou uma transportadora tem sido o grande desafio para os empresários do segmento, já que as pausas necessárias para carregamento e troca das baterias dos equipamentos implicam em aumentos nos custos operacionais da intralogística. Saiba como nesse check in rápido organizado por Mariana Kroker, gerente comercial da divisão Perfect Charging da Fronius do Brasil.

Troca rápida de baterias

Trocar a bateria das empilhadeiras elétricas, além de ser uma tarefa demorada e complexa, implica em mantê-las momentaneamente fora de uso. Nesse sentido, é importante que o empresário logístico mantenha módulos individuais de troca de baterias, de modo que o tempo de substituição possa otimizar todo o processo. O espaço ocupado pelos carregadores de bateria é outro ponto que deve ser levado em consideração, já que, se mal dimensionado, pode ocupar um espaço importante do centro logístico.

Utilizar a bateria mais fria

Dentro de um pool de baterias, a utilização irregular das baterias individuais é um dos maiores fatores de custo e, muitas vezes, tem um impacto negativo na vida da bateria. Carregadores como os da Fronius que sinalizam e orientam intuitivamente o usuário até a bateria totalmente carregada e, portanto, à mais fria, contribuem para a redução de custos, além de prolongamento de sua vida útil em até 15%.

Carregamento rápido em baterias de chumbo-ácido

Quando a carga de trabalho é alta, geralmente há menos tempo disponível para carregar as empilhadeiras. A Fronius oferece produtos que carregam rapidamente ou permitem intervalos curtos para carregamento intermediário de baterias de chumbo-ácido, o que possibilita tempos de carregamento mais curtos e mais flexibilidade para gerenciar picos adicionais, em vez de trocar as baterias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *