Construção industrializada ganha mais terreno

Redação – 10.09.2020 –

Avaliação é de Sílvio Etges, especialista da Teclógica, empresa especializada na gestão de TI e Negócios

Apesar da pandemia, a construção civil não parou no Brasil e tem um cenário macro favorável, incluindo juros baixos e oportunidades de crédito. Para Sílvio Etges, especialista da Teclógica, a construção industrializada ganha cada vez mais espaço, por trazer benefícios como padronização, redução de desperdícios e agilidade à obra. Ele destaca o uso otimizado dos insumos e de um planejamento logístico mais preciso. Os ganhos incluem a melhoria de processos para redução de desperdícios.

“O conceito industrial engloba de maneira muito eficaz o controle do tratamento de resíduos da obra. Este fator é essencial, inclusive, para o cumprimento da legislação, contribuindo para uma estratégia voltada para a sustentabilidade”, argumenta Etges. Para ele, os projetos ligados ao governo federal, como o Minha Casa Minha Vida, necessitam cumprir determinados requisitos de qualidade, como questões de sustentabilidade, desempenho dos sistemas construtivos e o cumprimento de prazos previstos.

Ele lembra que, com a industrialização de etapas da obra, boa parte dos insumos já chegam pré-produzidos ao local de aplicação na obra, facilitando e agilizando a aplicação, montagem ou instalação nesse tipo de construção.

Outro aspecto, segundo ele, é o apoio da tecnologia no canteiro de obras, o que torna o trabalho mais colaborativo, mantendo a rastreabilidade em todas as fases da construção. A integração das informações, por outro lado, permite o aprendizado sobre os erros, permitindo que o construtor tenha dados confiáveis para analisar quais problemas não devem ser repetidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *