Consumo de gás natural cai em 2016, mas setor já apresenta sinais de recuperação

Da redação – 05.09.2016 –

Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás) divulgou relatório que mostra a queda de consumo de 24,5% no primeiro semestre deste ano em comparação ao mesmo período de 2015.

Segundo a entidade, a queda, de modo geral, está associada à redução da atividade industrial– resultado da crise econômica brasileira – e também ao desligamento das termelétricas a gás, que vinham suprindo a demanda que os reservatórios das hidrelétricas não conseguiram suportar.

Paralelamente, o relatório da Abegás traz resultados positivos ao segmento. Em junho, o consumo de gás natural aumentou 6,7% em relação a maio, tornando-se o terceiro mês consecutivo de crescimento para o setor. Em números reais, o consumo de maio foi de 55,4 milhões de metros cúbicos, enquanto o de junho chegou à marca dos 59,1 milhões.

Quando falamos dos setores (industrial, veicular, residencial, comercial, de cogeração e de geração de energia) os números de junho são outros e o destaque fica para o segmento industrial, que consumiu cerca de 28,6 milhões de metros cúbicos, número que representa um aumento de 6,8% em relação a maio.

No mercado residencial, o crescimento em junho foi de 35% frente a maio. A elevação, segundo a Abegás, se deu por conta de um inverno mais rigoroso nas regiões Sudeste e Sul, o que aumenta o consumo de gás natural no aquecimento de água para chuveiros. Na comparação com o mesmo período de 2015, o crescimento foi de 20%.

Em terceiro lugar vem o segmento de cogeração e de geração de energia, que cresceram cerca de 7% em junho em relação ao mês anterior – outro reflexo da escalada do segmento industrial no último semestre, de acordo com a Associação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *