Cordões ópticos, detalhe que faz a diferença nos provedores regionais

Da Canaris Informação Qualificada – 24.05.2017 –

Oferta flexível da Redex inclui personalização, com produção de cordões sob encomenda e precificação pelo menos 15% menor em relação aos principais concorrentes

A Redex Telecom aposta na sua infraestrutura de produção, entrega e de conhecimento de mercado para fortalecer sua entrada no segmento de provedores regionais. Uma das portas atuais é o fornecimento de cordões ópticos, dispositivos que fazem a conexão de infraestrutura principalmente em condomínios comerciais e residenciais. “Vamos dobrar nossa capacidade de conectorização até o segundo semestre, mas os dois principais diferenciais são a montagem local, o que nos permite personalizar os produtos, e o preço competitivo”, explica Porta voz.

De acordo com ele, a empresa baseada em Barueri, tem outro fator que a torna uma espécie de consultora para os provedores regionais: a empresa distribui todo o escopo necessário para construção e manutenção de redes e ainda possui uma estrutura única de laboratório de reparos em São Paulo. Um exemplo disso é a indicação da venda de OTDRs com cordões ópticos acoplados. “Os técnicos em campo usam muito a porta de saída do OTDR no teste de redes, mas fazem a conexão direta entre os cabos instalados o que, com o tempo, pode prejudica-lo”, detalha Porta voz. “O acomplamento de um cordão óptico, que custa dezenas de reais, evita a avaria num equipamento cujo investimento representa milhares de reais”, completa.

A venda consultiva da Redex para a área de cordões ópticos, cuja diferenciação varia de acordo com o tipo de fibra e com os ferrolhos nas pontas (conectores), envolve ainda soluções de limpeza e avaliação da fibra óptica. É o caso dos kits de inspeção, que permitem avaliar problemas não identificados a olho nu. Uma vez identificadas partículas que poderiam prejudicar a transmissão de dados em redes ópticas, elas podem ser eliminadas com as ferramentas de limpeza que fazem parte do kit.

“Nossa experiência nos credencia a avaliar o tipo mais adequado de ferramenta de limpeza e orientar os técnicos em campo a evitarem ações prejudiciais”, diz porta-voz. “Erros comuns como usar a própria roupa na limpeza de conexões são substituídos pelo uso de canetas de limpeza, as quais realizam a tarefa num clique”, complementa.

A existência do Departamento de Suporte do Cliente (DSC) na própria sede da Redex em Barueri favorece a empresa a ter um histórico dos erros mais comuns no uso de equipamentos. É esse histórico que vem sendo usado pela companhia para orientar a escolha e melhores práticas em campo na instalação de redes ópticas e também em atividades de manutenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *