CPqD demonstra uso de rede 4G privada no agronegócio

Da Redação – 02.05.2018 –

Uma parceria entre o CPqD e a Tropico, com auxilio do BNDES, fomentou uma série de desenvolvimento de soluções de conectividade de telecomunicações às lavouras. A principal delas é a infraestrutura de conectividade móvel privada, baseada em tecnologia LTE (Long Term Evolution), que é a base das redes 4G. A solução foi otimizada para áreas rurais e remotas e desenvolvida no âmbito do projeto AgroTICs, com foco no aumento da eficiência da produção de açúcar e etanol. Entre os resultados desse projeto, que também contou com a parceria da Usina São Martinho, estão uma estação radiobase LTE 250 MHz e terminais veiculares inteligentes, que serão utilizados para prover conectividade a toda a frota de veículos e máquinas agrícolas, permitindo a transmissão de voz, dados e vídeo.

Essas e outras soluções desenvolvidas especificamente para o agronegócio estão sendo demonstradas nesta semana durante a Agrishow. “Com a tecnologia desenvolvida, o produtor poderá implantar sua rede 4G privada, viabilizando cobertura banda larga e as aplicações de Internet das Coisas para o agronegócio brasileiro”, diz Fabrício Lira Figueiredo, gerente de agronegócio inteligente do CPqD. Para facilitar e acelerar a criação dessas aplicações, a empresa desenvolveu também a plataforma aberta dojot, que suporta protocolos de IoT para a coleta de dados do campo. Isso também está sendo apresentado na Agrishow.

About the Author

Related Posts

Deixe uma resposta

*

Este post foi visto 789 vez(es).