Demanda por petróleo deve ser a menor da década

Redação – 10.06.2020 –

Um estudo recém divulgado pela consultoria Accenture revela as possíveis perdas para o setor de óleo e gás em 2020 devido a pandemia do coronavírus. intitulado The one-two punch for oil markets, o levantamento prevê de 8 a 18 milhões de barris de petróleo a menos que o planejado diariamente.

A queda será a maior da década e uma das mais acentuadas já registradas na história, provocando, por exemplo, uma contração de 10 a 15% no transporte de petróleo bruto no segundo trimestre. Isso equivale a uma redução de 6 a 9 milhões de barris.

Pré-sal já responde por quase 70% da produção nacional

A Accenture contabiliza que cerca de 60 milhões de barris são usados por dia no transporte rodoviário, marítimo e aéreo e, com isso, a recessão global pressionará ainda mais os 40 milhões de barris por dia restantes da demanda de não-transporte.

A consultoria ainda avalia que se a Arábia Saudita ampliar a oferta de petróleo – como manifestou interesse em fazer – durante a contração da demanda, o impacto do setor poderá durar até 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *