DER paulista avança com digitalização

Redação – 31.08.2020 –

Órgão de fiscalização acaba de ser premiado pelo aplicativo que agiliza atendimento aos usuários

O DER-SP tem usado a tecnologia no dia a dia das ações de fiscalização. Ele já utiliza drones nas operações rodoviárias e investiu, no ano passado, numa central de inteligência que monitora a segurança nas estradas de todo o estado por meio de mais de 700 equipamentos OCR (leitores ópticos de placas de veículos) e 1,3 mil tablets com policiais rodoviários. Agora, o órgão foi premiado pelo DER Online, seu aplicativo de atendimento aos usuários.

O aplicativo tem como finalidade desburocratizar os serviços e facilitar a vida do cidadão. Ele reúne serviços do DER antes disponíveis presencialmente em postos de atendimento como: defesa de autuação, penalidade de advertência por escrito, indicação do condutor, recurso JARI, além de consultas sobre multas, defesas/recursos, entre outros. O app permite que os proprietários dos veículos realizem procedimentos com mais agilidade e em qualquer horário.

O app já fez mais de 250 mil atendimentos digitais e simplificou o acesso a serviços de multas aos usuários. Em um ano, ele reduziu cerca de 20 mil serviços prestados nos postos físicos do DER – na sede, em São Paulo e nas 14 diretorias regionais. Em razão da pandemia, a funcionalidade online se tornou ainda mais importante, razão que justifica o World Summit Award (WSA) 2020 na Categoria Governo e Engajamento do Cidadão. A premiação aconteceu no Digitalks 2020 – principal evento de negócios da economia digital e tecnologia com mais de cem palestrantes do Brasil e do mundo.

“A inovação tecnológica é fundamental para melhorar ainda mais nossos serviços. Não vamos parar por aí”, afirma o secretário de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto. Para o superintendente do DER-SP, Paulo Cesar Tagliavini, o prêmio é o reflexo do trabalho e engajamento de toda a equipe técnica do órgão. “O serviço público tem de ser exemplo para o cidadão. O app economiza tempo e recursos financeiros dos usuários, pois eles não precisam se deslocar até o DER”, disse Tagliavini.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *