Desastres naturais já custaram R$ 182,8 bi em 20 anos

Da Redação – 13.03.2017 –

Levantamento feito pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) envolve período entre 1995 e 2014

Com apoio do Banco Mundial, o Centro de Estudos e Pesquisas sobre Desastres Naturais (Ceped) da UFSC apontou que o Brasil perdeu cerca de R$ 800 milhões por mês com prejuízos causados por enchentes e deslizamentos de terra, entre outros tipos de problemas. O mapeamento inédito pode aponta números que podem servir de baliza para projetos de infraestrutura.

Mais do que inédito, o levantamento assusta: mais de 76% dos desastres avaliados ocorreram na segunda década do levantamento, ou seja, entre 2005 e 2014. E ainda pior: 82% do valor dos prejuízos estão também concentrado nesse período. Isso significaria, na avaliação do Ceped, que os desastres estão se tornando mais frequentes e com maior gravidade. O crescimento desordenado das cidades estaria entre as causas.

O impacto pode ser ainda maior, considerando que entidades como defesa civil só fazem o reporte de incidentes mais graves. Entre os reportados estão as inundações do Vale do Itajaí (SC), em 2008, as chuvas e deslizamentos de terra na região serrana do Rio de Janeiro, em 2011, e a seca que atinge o Nordeste desde 2013.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *