Espanhola Aena assume aeroporto internacional de Recife

Redação – 03.03.2020 –

Concessionária passa a gerir terminal a partir de hoje, encerrando período de transição com Infraero

A Aena Desarrollo Internacional assume a gestão plena do aeroporto internacional de Recife (Guararapes), encerrando o período de transição acordado com a Infraero. Agora, a concessionária espanhola passa a gerir todas as instalações concedidas no Bloco Nordeste por R$ 1,9 bilhão. Fazem parte da lista os aeroportos de Juazeiro do Norte (CE), Campina Grande (PB), Maceió (AL), Aracaju (SE) e João Pessoa (PB).

Inaugurado em julho de 2004, o terminal de passageiros da aviação comercial em Recife possui infraestrutura completa para garantir a operacionalidade do aeroporto, com 21 posições de estacionamento no pátio principal de aeronaves, 11 pontes de embarque, 16 portões de embarque, ampla praça de alimentação, elevadores e escadas rolantes, além de estrutura de internet sem fio, cerca de 800 pontos de energia para carga de eletroeletrônicos e, também, um completo mix comercial.

O terminal da capital pernambucana encerrou 2019 com alta na movimentação de passageiros. Foram contabilizados, no período, 8.531.312 embarques e desembarques – 1,2% a mais que os 8.422.566 viajantes registrados em 2018. O fluxo de operações também teve alta no ano passado, se comparado ao ano anterior: foram 80.889 pousos e decolagens ante 78.766.

O aeroporto recebeu ainda boa avaliação de quem frequentou o terminal no último trimestre de 2019. A pesquisa de satisfação do usuário, divulgada no início de fevereiro, pelo Ministério da Infraestrutura, alcançou 67,5% das avaliações positivas nos indicadores correspondentes ao terminal recifense, que está na categoria de aeroportos que movimentam de 5 a 15 milhões de passageiros ao ano.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *