Futura concessão de rodovia entre RJ e SP pode ter investimentos de R$ 32,5 bilhões em 30 anos

Redação – 22.01.2020 –

A concessão de 598,5 km das rodovias federais BR 116 e BR 101 está sendo preparada pela ANTT a partir de várias audiências públicas iniciadas em Brasília, mas que também ocorreram no Rio de Janeiro e em São Paulo. A concessão do trecho que envolve as duas estradas é de um período de 30 anos, com investimentos previstos de R$ 32,5 bilhões no período.

A fase atual do processo envolve as audiências públicas, cujo objetivo é receber contribuições às minutas de edital e contrato, ao Programa de Exploração da Rodovia (PER) e aos Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental para a concessão. O trecho a ser concedido está sendo chamado de Sistema Rodoviário Rio de Janeiro – São Paulo e as obras principais previstas incluem a duplicação de 233,1 km e a inclusão de 337,2 km de faixas adicionais.

A nova concessão consiste na exploração do sistema rodoviário, por 30 anos, da infraestrutura e da prestação do serviço público de recuperação, operação, manutenção, monitoramento, conservação, implantação de melhorias, ampliação de capacidade, manutenção do nível de serviço e segurança do usuário.

O segmento a ser concedido é composto pelas rodovias BR-116/RJ, entre o entroncamento com a BR-465, no município de Seropédica (km 214,7), e a divisa RJ/SP (km 339,6); BR-116/SP, entre a divisa RJ/SP (km 0) e o entroncamento com a BR-381/SP015, Marginal Tietê (km 230,6); BR-101/RJ, entre o entroncamento com a BR-493, no município de Itaguaí (408,1), e a divisa RJ/SP (km 599); e BR-101/SP – entre a divisa RJ/SP (km 0) e Praia Grande, Ubatuba (km 52,1).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *