Internet das Coisas garante sucesso de medição inteligente em utilities

Redação – 02.09.2019 –

Avaliação é da EDMI, fabricante de módulos de IoT baseada em Singapura

Controlada pela japonesa Osaki Electric Company, a EDMI tem acordos com grandes companhias de serviços públicos na área de gás, água e energia. O foco? Medição inteligente ou smart metering, como o assunto é conhecido internacionalmente. Para a empresa oriental, a Internet das Coisas (IoT) está no centro da discussão e os módulos IoT é que provêm o gerenciamento dos dispositivos de medição inteligente em campo.

O mais recente acordo da EDMI aconteceu em março com a Arm, do Reino Unido, projetista de chips, de forma que as das empresas possam oferecer uma plataforma mais ampla para as utilities na Europa. A ideia é oferecer a chamada infraestrutura de medição avançada (AMI, em inglês), acelerando a instalação de medidores inteligentes, com segurança e maior simplicidade, duas demandas das concessionárias de serviço público interessadas no tema.

No caso de companhias do setor elétrico, a combinação dos medidores da EDMI com a plataforma da Arm permitiria a identificação e resolução de problemas como a falhas de energia, além de detectar fraudes nas redes de distribuição, entre outros recursos. O rastreamento de padrões de uso de energia é outro ganho, além da informação valiosa sobre manutenção na infraestrutura.

A EDMI tem, inclusive, uma solução de AMI na nuvem para integrar as inovações em infraestrutura de energia. Um exemplo é o envio de dados sobre os pontos de carregamento de veículos elétricos, além da medição remota de projetos que podem identificar grandes perdas técnicas na rede ou mesmo mecanismos de fraudes mais sofisticados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *