Itaipu Binacional bate recorde de produtividade

Redação – 06.05.2020 –

Segundo a geradora, seria o maior índice em 36 anos de operação da usina hidrelétrica

A usina de Itaipu completou 36 anos de operação no auge de sua produtividade. A data oficial foi ontem (5/5), mas o recorde veio em abril quando a empresa chegou a 1,0814 MW médios por metro cúbico de água por segundo, o melhor desempenho operacional de todos os tempos. Tecnicamente, a produtividade é o índice que mede a relação entre o megawatt-hora (MWh) produzido e a vazão de água utilizada.

A marca acontece mesmo num cenário onde o consumo diminuiu. Só em 2020, a usina de Itaipu gerou aproximadamente 28 milhões de megawatts-hora (MWh), energia suficiente para atender dois anos do consumo do Paraguai ou mais de 10 meses da demanda do Estado do Paraná. O empreendimento acumula atualmente mais de 2,7 bilhões de megawatts-hora (MWh) e um papel importante na construção da história de toda uma região.

A usina tem um papel importante também em Foz do Iguaçu. Ela investiu mais de US$ 1 bilhão em obras estruturantes para preparar a cidade para os desafios futuros. Entre os destaques estão a nova ponte entre Brasil e Paraguai, a ligação entre a ponte e a BR-277, importante para retirar o tráfego pesado das áreas turística e central, melhorias no aeroporto para permitir que receba aviões de grande porte e duplicação da ligação do terminal com a BR-469.

A lista inclui ainda a construção do mercado municipal, modernização e ampliação do Hospital Ministro Costa Cavalcanti, que atende pelo SUS, e a futura duplicação da BR-469, estratégica para o turismo, entre outras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *