Juno avança na simplificação de cobrança para provedores

Rodrigo Conceição Santos – 09.05.2019 –

O processo de cobrança dos provedores de internet pode ser mais simples, segundo a Juno. A empresa de intermediação de pagamentos, que começou como uma startup oferecendo sistema de boleto inteligente, agora também pode ser acoplada a mais de 15 softwares de gestão empresarial para a geração de cobrança de forma integrada à operação dos departamentos financeiros.

Segundo José Antunes, executivo comercial da empresa, o mercado de provedores regionais é um dos focos da Juno pela característica de cobranças mensais a um grande número de clientes. “Os menores provedores geram de 100 a 500 boletos mensalmente e a dificuldade de fazer esse processo por meio dos bancos tradicionais, com remessa, retorno de serviço, negociação de taxa de emissão etc., é a oportunidade que encontramos de oferecer um sistema simples, mais barato e de menor burocracia”, diz ele.

Antunes explica que a emissão do boleto inteligente é feita rapidamente, após o cliente logar no ambiente web da Juno e preencher os dados de cobrança. A tarifa para emissão é fixada em R$ 2,30 por unidade. “Os Bancos tradicionais cobram mais de R$ 3,00 pelo serviço. Além disso, nós só cobramos na liquidação. Ou seja, só quando o boleto é pago. Quando ele não é pago, por qualquer motivo que seja, não há cobrança”, salienta.

Para empresas que já contam com softwares para gestão empresarial, o processo de emissão pode ser feito no mesmo ambiente do sistema. Esse é um serviço lançado recentemente pela Juno e que é um dos focos da sua exposição durante a Future ISP Olinda, uma Feira voltada ao mercado de provedores de internet que acontece nesta semana com cobertura especial do InfraROI em Olinda (PE).

Segundo Antunes, a Juno se prepara para ser a primeira open bank completa do país e já tem mais de 100 funcionários. Em 2018, processou mais de R$ 1 bilhão em pagamentos a clientes, o que a levou ao cadastramento como Instituição de Pagamentos no Banco Central do Brasil. “Lançaremos, em breve, o cartão de compras pré-pago e estamos expandindo os nichos nos quais atuamos. As instituições de ensino como colégios e faculdades são um dos focos, dado o alto volume de boletos de cobrança emitidos mensalmente”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *