Komatsu testa operação automatizada de caminhões basculantes para construção

Redação – 29.07.2021 – Prova de conceito está sendo realizada em conjunto com a AgJunction e tem como meta acelerar a transformação digital de locais de trabalho de construção

A operação automatizada de caminhões basculantes está no centro de uma prova de conceito iniciada agora em julho nos Estados Unidos. A iniciativa é da fabricante japonesa Komatsu com a AgJunction, empresa especializada em soluções avançadas de orientação e de direção automática. O projeto faz parte da transformação digital do setor de construção e projeta ativar a tecnologia em campo no ano que vem ou em 2023, começando pelo Japão.

Para as duas empresas, os canteiros de obra são locais com mudanças frequentes de áreas de carga e descarga, bem como das rotas de transporte de caminhões basculantes, o que o os tornam ideais para o projeto. Para introduzir a operação automatizada de caminhões basculantes nestes locais, as duas empresas vão combinar o kit de automação de uso geral, desenvolvido pela AgJunction, que permite a detecção e prevenção de obstáculos em tempo real para os caminhões basculantes, com os caminhões compatíveis com automação a serem desenvolvido pela Komatsu.

As duas empresas também aproveitarão as vantagens tecnológicas da instrução operacional de caminhões basculantes para responder às informações de posicionamento e planos de construção, garantindo o reconhecimento avançado e o compartilhamento de informações sobre os arredores e o controle flexível de vários veículos. Além disso, elas esperam reduzir o consumo de combustível e as emissões de CO2, controlando a implantação ideal do veículo e as rotas de transporte.

Segundo a Komatsu, para resolver os problemas dos canteiros ela precisa de tecnologias não apenas de produtos (nível de automação e sofisticação dos equipamentos de construção), mas também de processos (nível de otimização das operações de construção), projetados para otimizar operações inteiras dos canteiros. A tecnologia também deve atender requisitos como a melhoria da segurança dos locais, construção simplificada, visualização do trabalho diário e reavaliação em tempo real dos planos de construção em resposta a fatores externos, como o clima.

Para a construção e outras demandas de engenharia civil, a Komatsu lançou o primeiro bulldozer com uso intensivo de TIC do mundo em 2013. Em 2017, a empresa iniciou o desenvolvimento de um sistema de controle remoto. E mais recentemente, em maio de 2021, a Komatsu realizou com sucesso o teste de verificação controlado remotamente de descarga contínua de solo para sua recicladora de solo móvel, melhorando o controle de carregamento automatizado, bem como alternando o uso de várias unidades de equipamentos de construção.

Em termos de processos, a fabricante lançou seu conceito de construção inteligente, a SMARTCONSTRUCTION, em 2015, e começou a introduzir a DX SMARTCONSTRUCTION em abril de 2020, alcançando não apenas a “digitalização vertical” dos processos de produção parciais da construção, mas também trabalhando para otimizar a construção por “digitalização horizontal” que conecta todos os processos de construção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *