Mão de obra em campo precisa de smartphone diferenciado segundo especialista

Redação – 30.06.2021 – Avaliação revela que tipo de recursos devem ter os dispositivos móveis de quem atua em áreas como petróleo e gás, telecomunicações, correios e serviços públicos

Eles trabalham para vários setores, mas têm uma coisa em comum: dependem da tecnologia para ter sucesso e ganhar eficiência no seu dia a dia. E a tecnologia, no caso, tem como recurso principal um dispositivo móvel, seja celular ou smartphone. Segundo Paulo Takahashi, gerente de engenharia de Vendas da Zebra Technologies para o Brasil, os profissionais de campo são muitas vezes a primeira interface com o cliente e precisam ter ferramentas adequadas e o caminho para isso é entender como eles usam os dispositivos móveis no dia a dia.

São profissionais que geralmente realizam suas tarefas em diferentes localizações e, até mesmo, em grandes altitudes ou ambientes chuvosos e empoeirados. O trabalho em diversas ocasiões requer manobras entre sua atividade técnica em contextos complexos e o relatório de sua gestão, comunicação com sua equipe de trabalho, preparação para o próximo serviço, entre outras, apenas com as duas mãos.  Isso pode causar acidentes que custam o dano ou a perda dos dispositivos tecnológicos com os quais trabalham.

“Diante dessas circunstâncias, é importante que os trabalhadores que estão em campo tenham ferramentas tecnológicas, robustas e criadas especialmente para ambientes de negócios, para que percam o medo de danificar os equipamentos, e que tenham aplicações que favoreçam a produtividade e a comunicação entre trabalhadores e clientes”, explica o engenheiro da Zebra. “Computadores móveis robustos, impressoras móveis e tablets corporativos resolvem esse problema e fornecem segurança para esse tipo de trabalhador, assim não precisam se preocupar em assumir custos desnecessários que afetam sua renda”, completa.

Capacidade de armazenamento, bateria e velocidade de software

A organização de tarefas, o gerenciamento de rotas, o gerenciamento de dispositivos e os aplicativos de mensagens devem funcionar sem atrito nos dispositivos dos trabalhadores de campo para não diminuir a produtividade. Segundo Takahashi, “depois de conversar com alguns trabalhadores, eles revelaram dificuldades que têm ao executar aplicativos de negócios em dispositivos de consumo, como smartphones que são feitos para uso pessoal.  Eles acabam não avançando na velocidade necessária, consumindo mais bateria e atrasando processos. Da mesma forma, com o uso constante, a bateria não dura o dia inteiro de trabalho e eles têm que pedir aos clientes ou estabelecimentos de passagem para recarregarem seus dispositivos.”

A solução está na troca da frota de dispositivos para computadores de classe corporativa que têm a capacidade de armazenamento e sistema operacional para rodar vários aplicativos ao mesmo tempo e em alta velocidade, bem como uma bateria de longa duração que permanece viva por muito mais tempo do que um dia inteiro de trabalho.

Acessórios de portabilidade e teclados para cada caso de uso

Para gerenciar suas atividades, conversar com seus colegas ou clientes, capturar informações e gerar relatórios, é importante que os dispositivos móveis tenham características fundamentais, como o brilho e a luminosidade adequados, o tamanho da tela necessária de acordo com o ambiente, um scanner integrado eficiente e câmera de boa resolução para capturar informações, teclados removíveis e tela sensível ao toque que funciona com ou sem luvas. Da mesma forma, ter acessórios de transporte para armazenar o equipamento com segurança e ser capaz de carregá-lo, de um lado para o outro, é fundamental. Isso só é possível com dispositivos móveis corporativos, como tablets e computadores móveis robustos.

Melhores rotas, mais serviços e atendimento ao cliente de maior qualidade

Uma das principais preocupações desses trabalhadores de campo é não ter acesso a informações em tempo real que os notificam de qualquer mudança na operação, algo que devem levar em conta para evitar eventos adversos em seu trabalho ou cancelamento e agendamento de novos serviços.

Quanto melhor a organização das rotas e o acesso à informação em tempo real, maior a produtividade, podendo ser possível atender ao maior número de pedidos no dia, o que se traduz em mais receita.  Por outro lado, ter comunicação com o cliente automaticamente para notificar o status de seu pedido ou serviço, é um fator altamente valorizado pelos clientes atualmente.

Roubo de dispositivos e perda de informações

O estado de segurança nas ruas de algumas regiões pode ser complicado. Isso significa que os trabalhadores de campo devem ter muito cuidado para evitar que roubem seus dispositivos móveis, especialmente por causa das informações que contêm. Com smartphones ou tablets não corporativos, há um alto risco de roubo de informações e a vulnerabilidade dos dados da empresa.

Os trabalhadores de campo devem ter certeza de que, em caso de roubo, os dispositivos possuam o software adequado que permite que o acesso às informações seja bloqueado e reiniciado do centro de operações. Isso significará segurança para a empresa e tranquilidade para o funcionário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *