Para melhorar gestão de frotas, fabricante desenvolve novo sensor para suspensão de carros

Redação – 02.09.2021 – Dispositivo de IoT, ainda em desenvolvimento pela ZF, é capaz de traçar informações sobre carros e seus arredores e ajudar a evitar danos a veículos

A ZF, fornecedora de tecnologia para a indústria automotiva, está criando um sensor de nível de altura para ser aplicado no braço de controle de suspensão. Por ser integrado ao rolamento do chassi do carro, ele é considerado mais robusto, barato, leve e fácil de instalar. No momento, o hardware pode coletar informações sobre o veículo, seus arredores e a superfície da estrada, sendo fonte de informação para melhorar a gestão frotas de veículos. 

A empresa ainda está desenvolvendo o software necessário para a análise avançada de dados. Por exemplo, com sua memória para características de estradas em péssimas condições, o sensor captura onde há defeitos na estrada, o que pode ser usado para adaptar o chassi e ajudar a evitar danos à frota de veículos.

melhorar gestão de frotas
O Smart Chassis Component da ZF pode ser conectado à unidade ZF ProConnect e interagir com o sistema de controle de amortecimento contínuo da empresa. Ele pode ser integrado aos sistemas de estabilização antirrolagem e ao nivelamento do farol (imagem: divulgação ZE).

Além disso, as informações do sensor indicam que os próprios problemas em um veículo podem ter sido causados pelo contato involuntário com um meio-fio alto, por exemplo. Uma visita à oficina pode ajudar a evitar o tempo de inatividade, sempre associado a altos custos, especialmente para quem deseja melhorar gestão de frotas de veículos comerciais. O sensor também é capaz de detectar diferenças na carga do veículo – e assim determinar informações relevantes para sistemas eletrônicos de segurança.  

Impacto da IoT na mobilidade

A ZF ainda deseja integrar outras funções de sensor em componentes de chassi inteligentes no futuro e, assim, documentar a condição técnica de um veículo alugado, por exemplo. Isto é importante se o modelo de carro compartilhado for realmente adotado no futuro. Será possível verificar as condições do carro antes e depois de uma mudança de motorista. 

Se os sensores se tornarem suficientemente difundidos, a infraestrutura também será beneficiada, pois os dados analisados podem fornecer informações sobre as condições de estradas e pontes. Pontos fracos, como rachaduras ou buracos na superfície da estrada, podem ser encontrados com muito mais rapidez e eficiência dessa forma. 

A última geração do componente de chassi inteligente está planejada para iniciar a produção em 2023.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *