Obras e montagem da PCH Bela Vista avançam no sudoeste do Paraná

Redação – 18.09.2020 –

A construção da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Bela vista, empreendida pela Copel no sudoeste do Paraná está avançando, segundo a companhia. Recentemente, foi instalada a ponte rolante para içamento e movimentação de grandes cargas dentro da casa de força e com isso foi transportado o primeiro pré-distribuidor, equipamento que permite o direcionamento do fluxo de água dentro da unidade geradora de energia.

“Com esses dois eventos recentes, viramos uma página na obra. A parte de construção civil já está bastante avançada e, a partir de agora, teremos uma concentração maior de atividades na casa de força com a montagem dos pré-distribuidores e logo na sequência. Os geradores serão descidos em novembro”, diz Roberto Werneck Seara, diretor executivo da Bela Vista Geração de Energia, empresa do grupo Copel.

Também foi finalizado o processo de desapropriações das áreas que serão destinadas à formação do reservatório da hidrelétrica. O enchimento está previsto para janeiro de 2021, logo após a finalização da barragem, e o início da geração de energia para fevereiro do ano que vem. “Essa conclusão das desapropriações é um pré-requisito para liberação do enchimento do reservatório pelo órgão ambiental. Cada uma dessas etapas vencidas tem grande relevância para que a obra se mantenha dentro do cronograma e cumprindo os prazos previstos em projeto”, completa Seara.

Bela Vista terá quatro unidades geradoras (conjuntos de turbinas e geradores). As três maiores serão montadas na casa de força principal que fica a uma distância de 150 metros da barragem. Essa alternativa permitiu melhor aproveitamento do desnível do terreno, segundo a Copel.

Uma unidade geradora menor será instalada na casa de força complementar, junto à barragem, e vai gerar energia usando a vazão de mínima de água que deverá ser mantida rio abaixo de forma permanente. No total, a PCH terá 29,81 megawatts de potência instalada.

As atividades de montagem dos equipamentos eletromecânicos da PCH serão intensificadas a partir de agora, já que a parte de construção civil da hidrelétrica está bastante avançada. O primeiro estágio de concretagem da casa de força está em 99% e a edificação já está recebendo a cobertura. Para uma segunda etapa, restará somente os acabamentos a serem realizados após a instalação completa das unidades geradoras.

No segundo trecho da barragem, iniciado após o desvio do rio Chopim em junho deste ano, 70% do volume total de concreto compactado com rolo previsto em projeto já foi aplicado. A construção da tomada de água (ponto de captação de água do reservatório para os condutos que levarão até as turbinas) já atingiu 72%. Atualmente, cerca de 420 pessoas trabalham no canteiro de obras da PCH, que tem um plano de controle de saúde para este momento de pandemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *