Odebrecht deve obter novas concessões de saneamento no ABC paulista

Da Redação – 15.01.2016 –

Licitações em Mauá e Santo André envolvem cifras de R$ 150 milhões e R$ 600 mi, respectivamente, e a empresa é a única que apresentou proposta para assumir a concessão.

Segundo notícia do portal PPP Brasil, a Odebrecht Ambiental apresentou propostas em duas licitações de parcerias público-privadas (PPPs) nos municípios de Mauá e Santo André. A intenção é administrar concessões administrativas da prestação dos serviços públicos de distribuição de água tratada em Mauá e da gestão de perdas físicas e comerciais do sistema de abastecimento de água potável do município de Santo André, onde a licitação em curso conta também com operação e manutenção dos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário em um setor específico, o Nova ETA.

Para a concorrência de Mauá, a licitação já foi entregue à Odebrecht Ambiental sob o valor aproximado de R$ 150 milhões. Na concorrência de Santo André, a empresa já foi habilitada e o valor estimado do contrato é de quase R$ 600 milhões.

A Odebrecht Ambiental foi a única empresa a participar das duas licitações. Os projetos foram estruturados via Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), que aproveitaram estudos de viabilidade apresentados pela Odebrecht.

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE/SP) chegou a suspender as duas licitações, que foram retomadas depois que os poderes concedentes promoveram alterações nos respectivos editais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *