Ônibus elétricos vão tomar o centro de Londres

Da Redação – 27.09.2018 –

Frota de 31 dos famosos ônibus vermelhos agora é totalmente elétrica. Até 2030 todos os veículos do centro da cidade terão que ser movidos a eletricidade, segundo a ZF

Frota vai circular no centro de Londres, região que só terá veículos elétricos até 2030

Considerados um dos símbolos de Londres, os ônibus vermelhos agora entram em uma nova fase, com a eletrificação. Parte da tecnologia tem um dedo da alemã ZF, que fornece o eixo de tração elétrica para os veículos que vão trafegar na chamada zona de ultra-baixa emissão de Londres (ULEZ). Os ônibus elétricos serão construídos pelo fabricante britânico Optare e cumprirão uma das normas de emissões mais rígidas em todo o mundo, com o modelo EV Metrodecker, carro-chefe do portfólio de ônibus da fabricante.

De acordo com a ZF, o Transporte para Londres (TfL), autoridade de transporte público da capital britânica está totalmente focada na eletromobilidade. Os 31 novos veículos seriam o exemplo disso, todos equipados com a tração potente e silenciosa AVE AxTrax da. O potencial de aplicação da tecnologia e de outras similares é grande, considerando que Londres planeja que todos os ônibus no centro londrino tenham matriz elétrica até 2037

Estados Unidos encomendaram outros 100 ônibus elétricos 

Além da entrada em Londres, a tecnologia da ZF de emissão zero em soluções de mobilidade interurbana avança para os Estados Unidos. A parceria acontede com a New Flyer of America, Inc., a maior fabricante de ônibus municipais norte-americanas. Segundo a ZF, as associações de transporte de diversas das principais cidades norte-americanas já teriam encomendado 100 ônibus do modelo da série Xcelsior CHARGE, que usam o eixo portal elétrico AVE AxTrax da ZF adotado em Londres.

Tecnologia da ZF foi criada em 2012

Os 100 ônibus para as cidades americanas devem ser entregues até 2020 e inclui o atendimento às Autoridade de Transporte Metropolitano do Distrito de Los Angeles, o Trânsito Metropolitano do Distrito de King em Seattle, a Autoridade de Transporte da Baía de Massachusetts em Boston, e o Trânsito Metropolitano em Minneapolis.

O AVE AxTrax foi introduzido pela primeira vez em 2012 e tem eixo de tração elétrica que pode ser combinado com as configurações de célula híbrida e combustível ou ser alimentado por bateria. Em razão do desenho plano, os fabricantes têm liberdade quanto ao design do interior. Como um fornecedor de sistemas, a ZF também pode oferecer hardware e software adequados para centralizar de forma otimizada o design, eficiência e vida útil da tração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *