Piauí lança parceria publico privada para usinas solares no total de R$ 200 milhões

Redação – 25.02.2019 –

Iniciativa tem apoio da Absolar, entidade que congrega os players do segmento

A geração solar fotovoltaica tem um potencial de atração de R$ 200 milhões em investimentos privados com a iniciativa do governo do Piauí. Os projetos incluem oito usinas em regime de parceria público privada (PPP). O escopo da PPP inclui implantação, operação e manutenção. Além dos novos investimentos privados na região, os projetos poderão proporcionar uma economia da ordem de R$ 7 milhões ao ano nos gastos com energia elétrica do poder público estadual.

Chamada de Programa Piauí Solar, a iniciativa tem o suporte da Absolar, que recomenda um conjunto de medidas de rápida implementação e com forte impacto positivo, visando acelerar o desenvolvimento da energia solar fotovoltaica no Piuaí. Dentre as principais medidas, destacam-se: o estabelecimento de metas públicas e privadas de energia solar fotovoltaica; a incorporação da tecnologia junto à habitação popular; a ampliação do acesso a linhas de financiamento para pessoas físicas e jurídicas.

Outras recomendações incluem ainda a equiparação tributária com incentivos existentes em Minas Gerais; o aprimoramento do licenciamento ambiental; e uma campanha de conscientização quanto aos benefícios e vantagens da implantação de energia solar fotovoltaica em residências, comércios, indústrias, produtores rurais e prédios públicos.

“O Brasil está 15 anos atrasado em comparação com os países desenvolvidos na área da energia solar fotovoltaica e, portanto, é necessária a estruturação de programas nacionais, estaduais e municipais para o desenvolvimento do setor”, explica o presidente do Conselho de Administração da Absolar, Ronaldo Koloszuk.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *